MERCADO. CONSTRUTORAS 05/08/2015

Estratégias para vender bem

notícia 0 comentários
{'grupo': 'Colunista', 'id_autor': 16351, 'email': 'paulalima@opovo.com.br', 'nome': 'Paula Lima'}
Paula Lima paulalima@opovo.com.br
CAMILA DE ALMEIDA
Pâmela Neves, coordenadora comercial da WR: é preciso se comunicar também com os corretores
Compartilhar


A hora de comprar é agora. É o que dizem as construtoras cearenses. Explicam que, diante do crédito mais restrito, quem tem a oportunidade não pode desperdiçá-la. Afinal, depois da disparada dos últimos anos, os preços têm subido abaixo da inflação. Mas para convencer o consumidor, mais cauteloso no cenário econômico atual, é preciso mais do que argumento.


As estratégias para atrair clientes são diversas e pautadas, na maior parte das vezes, em despertar o senso de imediatismo do consumidor. Entre descontos e trabalhos de marketing, as empresas se adequam ao atual momento e à nova postura do cliente.


Os descontos chegam a 20%. O edifício Beach Class no Meireles, da construtora Moura Dubeux, tem apenas quatro unidades para serem vendidas. Fernando Amorim, diretor da empresa, diz que nessas unidades é possível negociar descontos de 20%. Segundo ele, a Moura Dubeux tem edifícios em todas as partes da cidade e, em geral, os descontos variam de 3% a 15%. “Pensamos em condições especiais, como, por exemplo, uma promoção de imóveis prontos em que pagamos o registro para facilitar o financiamento”.

 

Comunicação

No caso da WR Engenharia, a estratégia é investir em comunicação. O foco: clientes e corretores. “Às vezes a imobiliária tende a entender que o produto está 100% comercializado, então ficamos lembrando aos corretores dos empreendimentos onde ainda há unidades para venda”, conta Pâmela Neves, coordenadora comercial da WR Engenharia.

 

A Manhattan define como melhor estratégia de venda, mostrar o imóvel como ele é, com o apartamento decorado. Mas depois que a obra começa, em um ano ou dois, as estratégias mudam. “Trabalhamos para que volte a ser possível montar o apartamento decorado. Dentro do próprio edifico, nada no chão. Também aceleramos a finalização das áreas de lazer, para que os clientes vejam como vai ficar”, diz Marcelo Prado, diretor comercial da construtora.


O diferencial dessa estratégia, segundo Marcelo, é mostrar o produto real. “Não podemos mais achar que mostrar um vídeo para o cliente é suficiente para ele decidir uma compra. Levamos nosso cliente para ver o produto in loco. Ele quer subir no andar, sentir a ventilação, ver se a parede é quente. Se gosta da vista ou não, checa acabamento, tudo”, conta.


Marcelo conta que evita falar em descontos, mas abre um leque de possíveis negociações. Desde receber outro imóvel como parte do pagamento a reduzir valor de entrada. “Não falamos em desconto em respeito aos que nos compraram há seis meses. Respeitamos as pessoas que acreditaram há um ano no empreendimento. Agora não vai ser por R$ 50 mil que um cliente deixa de comprar. Buscamos diferenciais, equacionamentos para que caibam no bolso do cliente”, conta Marcelo.


A Dias de Sousa diz que procura não acumular estoques. Patriolino Dias, diretor comercial da construtora, diz que um lançamento só é lançado quando o empreendimento anterior tem 60% das unidades comercializadas. “Somos conservadores. Temos um estoque pequeno. Temos quatro empreendimentos em construção, com mais de 75% comercializado e um hotel”.


Algumas estratégias


DESCONTOS, principalmente à vista


PAGAMENTO de registro de imóveis prontos


EXIBIÇÃO de apartamentos decorados


VISITAS in loco


EVENTOS como café da manhã no empreendimento


EQUAÇÕES para caber no bolso do cliente


FINANCIAMENTO próprio


INVESTIMENTO em comunicação

 

undefined

> TAGS: estoque imóveis
Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis