MERCADO. RENDA EXTRA 22/07/2015

Flats e compactos para investir

notícia 0 comentários
{'grupo': 'Colunista', 'id_autor': 16351, 'email': 'paulalima@opovo.com.br', 'nome': 'Paula Lima'}
Paula Lima paulalima@opovo.com.br
CAMILA DE ALMEIDA
Renata Ary, compactos surgem na orla de Fortaleza. Com aluguel por temporada, os mobiliados competem com os flats
Compartilhar


Um pool hoteleiro é boa opção para quem quer investir em imóveis. Além dos flats, já tradicionais nessa modalidade, a orla de Fortaleza ganhou apartamentos compactos mobiliados – ideias para locação por temporada. O público-alvo é composto por turistas, cuja demanda varia de acordo com as temporadas, mas também por executivos em busca de moradia temporária e famílias que aguardam entrega do imóvel próprio.


“O compacto mobiliado garante um retorno maior para o proprietário do imóvel. Porque com ele a rotatividade de inquilinos geralmente é menor e como o condomínio é mais barato do que o flat também há uma margem maior de lucro”, explica Renata Ary, diretora da Flat Shop Imobiliária.


A empresa administra 180 apartamentos em cerca de 20 flats, sendo eles na Praia de Iracema, Meireles, Mucuripe e na Praia do Cumbuco. Ela explica que a burocracia de alugar um apartamento compacto ou um flat é menor do que a de um residencial social. “Não é cobrado um fiador e não exigimos comprovante de renda. A segurança para o proprietário é o pagamento antecipado, a pessoa paga para morar, e cobramos a caução de um mês, como reserva, no caso de aluguel de três meses por exemplo”, conta.


Há ainda, para o proprietário, a vantagem do reajuste constante do preço do aluguel. “A rotatividade torna o reajuste mais constante. O aluguel de um residencial social vai levar um ano para sofrer reajuste, normalmente. O inquilino pede um reajuste menor, negocia. Agora, se eu estou alugando um flat para você por 90 dias, o valor é por dia. Se você quer estender o tempo de aluguel, daqui até lá vamos ver o mercado e conversamos de novo”, explica Sérgio Porto, presidente do Sindicato da Habitação do Ceará (Secovi).


Novos flats surgem para competir com os compactos mobiliados e oferecem os serviços como pay for use. Caso o morador queira usufruir das comodidades de um hotel, ele paga por elas. O valor reduz o preço do condomínio, assim, o rateio do custo não é feito por todos os apartamentos.


Outra vantagem apontada por Renata Ary ao investir em flat ou apartamento mobiliado compacto é que o proprietário também pode usufruir do imóvel por curtas temporadas. Segundo ela, grande parte dos proprietários dos imóveis disponíveis para alugar não mora na Capital.


SAIBA MAIS


SEGUNDO SÉRGIO Porto, os primeiros flats surgiram em Fortaleza há cerca de 20 anos. O conceito norte-americano de residence service foi um ótimo negócio para gerar renda extra.


MAS A CONCORRÊNCIA com os hotéis, nesse primeiro cenário, foi um tanto desleal para as redes de hospedagem que pareceram mais caras e menos modernas. Os flats poderiam ser alugados sem a tributação do ICMS, para estadia de poucos dias.


“O FLAT TINHA uma diária competitiva. Eram novos em termos de projetos e móveis”. Com o tempo, as condições de flats e hotéis se equipararam, cada um ficando com seu público.


VANTAGENS PARA

QUEM ALUGA


Maior privacidade, sensação de estar em casa, espaço para guardar pertences


Cozinha própria, o que pode gerar a economia de fazer comida em casa


É possível dividir o imóvel com mais pessoas


Aluguel com menos burocracia


Economia com pacotes por tempo de maior estadia

 

VANTAGENS PARA

O PROPRIETÁRIO


Receber antecipado


Atualização de preço a cada ocupação


Disponibilizar para venda quando tiver interesse (não há contratos tão longos que precise esperar para acabar)


Poder usufruir do imóvel


Preço elevado em relação ao aluguel convencional

 

undefined

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis