CONTRAPONTO 17/06/2015

O tempo que já passou

notícia 0 comentários
Compartilhar

Para Ricardo Bezerra, sócio-diretor da Lopes Immobilis, o tempo de investir em Miami foi em 2009 e 2010, no auge da bolha americana imobiliária. “Nessa época, o dólar chegava a US$ 1,6. Tinham dois pontos favoráveis: o mercado recessivo e o dólar parado”.

 

Com a economia americana se fortalecendo, diz, que a época é de comprar imóveis no Brasil e não fora. “Diante desse cenário, comprar fora do Brasil seria um péssimo negócio”.


Na contramão, a empresa americana de donos cearenses Premier Capital Realty realizou na semana passada o seminário “Investimentos na Flórida” em Fortaleza, na sede da Luciano Cavalcante Imóveis.


O evento, em parceria com a consultoria americana Drummond, concentrou dicas e informações sobre como fazer negócios nos Estados Unidos, com foco no mercado imobiliário de Miami e Orlando. (Ingrid Coelho, especial para O POVO)

undefined

> TAGS: 0
Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis