CURTO PRAZO 20/05/2015

É hora de comprar

notícia 0 comentários
Compartilhar

Em um primeiro momento, as instituições privadas, além do Banco do Brasil, devem aproveitar as mudanças na Caixa para ganhar participação no mercado de crédito imobiliário. Mas a tendência é que acompanhem o movimento de alta de juros e restrições ao financiamento. É o que acredita Miguel Oliveira, diretor executivo da Anefac. Ele recomenda, portanto, aos que pensam em comprar um imóvel no curto prazo que o faça logo.

“Os demais bancos ainda têm recurso sobrando. Eles devem aproveitar essa mudança na Caixa Econômica. Mas, com o aumento no volume de financiamento, que deve migrar para suas carteiras, a tendência é que também mudem as condições”.


Para Henrique Marinho, economista e professor da Unifor, o momento é de comprar pela baixa nos preços dos imóveis, cujos valores têm subido abaixo da inflação. Ele também afirma que os clientes devem aproveitar enquanto não há novas altas na taxa básica de juros (Selic), que são referência para o mercado de crédito. “A tendência é que a Selic suba ainda mais e isso afeta as taxas praticadas pelos bancos”.
(Nathália Bernardo)

undefined

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis