PÚBLICO-ALVO. APARTAMENTO 25/02/2015

Construtoras investem em apartamentos para estudantes

notícia 1 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 18858, 'email': 'vivianesobral@opovo.com.br', 'nome': 'Viviane Sobral'}
Viviane Sobral vivianesobral@opovo.com.br
CAMILA DE ALMEIDA
Pais e tios de Thiago Aragão (foto), compraram imóvel para ele e seus primos
Compartilhar

Garantir o estudo dos filhos em Fortaleza é uma preocupação das famílias do Interior e que movimenta o mercado imobiliário na Capital. O foco é o ensino superior, mas a articulação começa antes. Muitos estudantes chegam para morar ainda no ensino médio.

 

Aluguel é uma opção, mas muitos pais se organizam para comprar o imóvel. Localização, acesso ao transporte público e proximidade com a instituição de ensino foram os requisitos mais repetidos entre os estudantes consultados pelo O POVO. O valor do investimento também é característica importante, já que manter filhos em outra cidade envolve outros custos.


Apesar da demanda, o corretor e consultor imobiliário Alex Winter opina que “não há investimento em Fortaleza por parte das incorporadoras e construtoras com foco para o universitário”. O diretor de vendas da Lopes Immobilis, Dirceu Lopes, diz que estudantes compõem um nicho.


“Existem apartamentos menores que se encaixam no perfil de estudante. Eles estão dentro do nicho de mercado que atende casais, jovens executivos, entre outros”, atenta. Ele explica a procura dos universitários se dá mais na região da avenida da Universidade e no bairro Guararapes.


O diretor ressalta que em Fortaleza essa demanda é intensa e crescente. “Por isso quando você lança um Aquarela, da Maggis (no Benfica), a procura é alta”, diz. “São muitos que estão estudando no colégio ou que vão entrar na faculdade em três anos. Tempo que o empreendimento fica pronto”.


A Engexata Engenharia se prepara para atingir especificamente esse público. Depois de realizar uma pesquisa com públicos A, B e C em cidades do Interior do Estado acima de 20 mil habitantes, constatou a preferência pelo ensino superior em Fortaleza.


“A gente observou também que no entorno da Universidade de Fortaleza (Unifor) diversas casas servem como república. E em contato com imobiliárias administradoras, nos informaram que a maioria dos apartamentos locados naquela região são de pessoas do Interior que estão ali para estudar”, acrescentou o gerente de vendas da Engexata, Rosemberg Pires.


Com base nessa pesquisa e em visitas a São Paulo, estudando produtos do tipo e o design interior, a construtora vai lançar em março o Fortaleza Sul Residence I, II e III, três torres com 608 unidades, ao lado do Fórum Clóvis Beviláqua e Unifor. “É um imóvel voltado para esse público crescente, que como opção tem aluguel ou casa de parente. E que também quer ter onde ficar quando vier a Fortaleza”, explica.


O investimento será em torno de R$ 200 mil para o imóvel de 31 m², R$ 380 mil para o de 54 m² e R$ 500 mil para o de 72 m². A forma de pagamento, ressalta, deverá ser um atrativo. No segundo semestre, a construtora planeja outro lançamento do mesmo perfil, o Rios da Prata, próximo às instituições Faculdade 7 de Setembro (FA7) e Estácio FIC.


Dica!

PARA ESTUDANTES, Localização, acesso ao transporte público e proximidade com a instituição de ensino são os requisitos mais importantes na escolha de um imóvel

undefined

Compartilhar
espaço do leitor
Rosa 26/02/2015 17:26
R$ 200 mil para o imóvel de 31 m²??? Isso é para estudante? Valor nada razoável.
1
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis