Mobile RSS

rss
Assine Já
Educação 09/02/2013

Estado também quer reduzir ano letivo em dois meses

A Secretaria da Educação do Ceará pretende acompanhar a rede pública municipal e antecipar o fim do ano letivo de 2012 em pelo menos 52 escolas estaduais. Programas da Seduc deverão ser ampliados
GABRIEL GONÇALVES
A Secretaria da Educação do Estado também considera ampliar a carga horária em uma hora/aula no próximo ano letivo
Compartilhar

 

No dia seguinte ao anúncio do secretário da Educação de Fortaleza, Ivo Gomes, de um pacto para reduzir em dois meses o ano letivo de 2012 de 285 escolas da rede pública e intensificar o próximo período para repor o conteúdo, a secretária de Educação do Estado, Izolda Cela, sinalizou que estuda adotar a mesma medida em pelo menos 52 escolas estaduais na Capital.


Com previsão de encerramento das aulas do ano letivo de 2012 em 4 de abril, Izolda planeja antecipar o final do período para 28 de fevereiro, seguindo o calendário proposto pelo secretário municipal da Educação. A ideia é que as redes municipal e estadual estejam integradas. Izolda considera também ampliar a carga horária em uma hora/aula, solução indicada no “Pacto de Responsabilidade Social e Pedagógica Pelos Estudantes da Rede Pública de Fortaleza”, que foi assinado por entidades como Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).


“É uma medida semelhante tomada em um momento de excepcionalidade. Esse pacto tem sido alvo de muita discussão e análise e tem sido intensamente aprovado. É um elemento organizador do sistema de ensino”, detalhou a titular da Seduc.


Para recuperar o conteúdo dos meses suprimidos, Izolda explicou que haverá um planejamento voltado para o reforço da carga horária dos alunos por meio de atividades pedagógicas de contra-turno, com foco nas disciplinas de português e matemática. Além disso, serão incrementados programas já existentes na Seduc, como atividades de reforço de estudo para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Além das 52 escolas, “há seis que precisam ser estudadas com mais atenção. Elas têm um tempo maior de atraso. Nelas também vai haver uma intervenção”, acrescentou Izolda.


Fardamento


O secretário Ivo Gomes disse que as cores das fardas dos alunos da rede municipal de ensino irão mudar. Sai o vermelho - cor do Partido dos Trabalhadores - utilizado desde o início da gestão Luizianne Lins (PT) e entra o azul e o branco. Ivo não soube informar o custo da mudança para os cofres públicos. Isso está sendo estudado pelo setor de finanças da Prefeitura. Ainda não há o mês exato para a mudança no fardamento.

 

ENTENDA A NOTÍCIA


Município e Estado se coadunam em torno da integração do calendário letivo da rede pública de ensino. A intenção é de que o ano letivo de 2014 se inicie ao mesmo tempo, no início de fevereiro, assim como as

 

Para entender


Dia 8/2: o Pacto

O secretário da Educação de Fortaleza, Ivo Gomes, anunciou um pacto que reduz em dois meses o atual período letivo de 285 escolas da rede municipal de ensino. O “Pacto de Responsabilidade Social e Pedagógica Pelos Estudantes da Rede Pública de Fortaleza” deve antecipar para 28 de fevereiro o fim do atual ano letivo, previsto originalmente para terminar em 29 de abril.

 

O objetivo do pacto é “viabilizar a regularização do calendário letivo, de modo a poder iniciar o ano de 2014 em data compatível com as outras redes escolares do estado do Ceará e do resto do País”, informa o texto.

 

Dia 15/2: reunião

Uma reunião marcada para quinta-feira, 15, vai definir o calendário letivo de 2013 e as propostas de reposição do conteúdo dos dois meses que serão suprimidos.

Juliana Diógenes
Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

Mais comentadas

anterior

próxima