Mobile RSS

rss
Assine Já
Alunos de Guiné-Bissau 28/07/2012

Permanência de africanos é incerta

KLÉBER A. GONÇALVES
Estudantes tiraram dúvidas com a procuradora Nilce Cunha
Compartilhar

A permanência dos estudantes africanos de Guiné-Bissau com vistos vencidos no Brasil ainda é incerta. Apesar do Ministério Público Federal no Ceará ter firmado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre as faculdades Fatene e Evolução para renegociar as dívidas dos alunos, o TAC não tem o poder de regularizar a documentação.

 

O visto de estudante no Brasil precisa ser renovado anualmente. Quando os alunos deixam de se matricular nos cursos ou mudam de faculdade, isso impossibilita que continuem legalmente no País.


“Procuramos o Ministério das Relações Exteriores e o da Educação em Brasília, mas nada foi resolvido. Afora isso, temos uma ação na Justiça pedindo a regularização dos vistos pela Polícia Federal. Mas é muito difícil conseguir isso sem que os estudantes saiam do País e paguem as taxas novamente”, afirma a procuradora da república Nilce Cunha. Até que saia o veredito, uma decisão judicial impede a deportação dos estudantes.


Mesmo com os débitos parcelados, os estudantes temem não conseguir honrar os compromissos com as instituições de ensino superior, devido às instabilidades polícias no país africano.


“O problema não é com as faculdades, mas nosso, porque as famílias não têm condições de sustentar os filhos aqui”, afirma o presidente da associação de estudantes de Guiné-Bissau no Ceará, Miatte Bonte Có. Ele pede cooperação entre os dois governos para prestar auxílio aos estudantes.


“Esses alunos vêm para estudar e voltar com um diploma para Guiné-Bissau, no intuito de contribuir com o país. Retornar sem o diploma seria uma decepção”, comenta Miatte. (Geimison Maia)

Compartilhar
espaço do leitor
Mario Magno 28/07/2012 13:49
Acho que a permanência destes estudantes aqui no Brasil é fundamental.Temos que ajudar nossos companheiros,ainda mais com seu país em crise.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Assim Eu Não Aguento 28/07/2012 12:24
Sr. Edvaldo Ronne, se formos raciocinar dessa forma, nós brasileiros deveríamos viver as custas da Europa, pois esse país foi roubado de todas as formas pelo continente europeu, portanto......ver ai com a comunidade européia o que está faltando para meus filhos irem estudar por lá.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Marcilio Farias 28/07/2012 08:37
REALMENTE TEMOS QUE AJUDAR, MAS É PRECISO QUE A CLASSE POLÍTICA DESTES PAÍSES SE CONSCIENTIZEM DAS CONDIÇÕES DOS SEUS FILHOS EM OUTRAS NAÇÕES, NÓS MAL CONSEGUIMOS RESOLVER NOSSOS PROBLEMAS, IMAGINEM RESOLVER OS DE PAÍSES GOLPISTA CONTRA SEU POVO.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
EDVALDO RONNE 28/07/2012 07:51
O BRASIL TEM UMA DÍVIDA COM OS NOSSOS ANCESTRAIS AFRICANOS QUE FORAM ARRANCADOS DE SUAS FAMÍLIAS PARA TRABAHAREM DE GRAÇA COMO ESCRAVOS. MUITA RIQUEZA FOI PRODUZIDA POR ELES. ESTES JOVENS DEVEM GANHAR VISTO PERMANENTE E TRABALHAREM A FACULDADE DEVE SER PAGA PELA UNIÃO. DILMA SE MANIFESTA.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
4
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor: