Mobile RSS

rss
Assine Já
Saúde 03/07/2012

Hospital da Mulher começa a atender

Chegam os primeiros pacientes do Hospital da Mulher. Cerca de 60 mulheres foram atendidas nas especialidades de ortopedia e ginecologia. As consultas são realizadas mediante agendamento prévio no posto de saúde
FOTO: IGOR DE MELO
Cerca de 60 mulheres foram selecionadas para integrar o primeiro grupo atendido no Hospital da Mulher
Compartilhar

O Hospital da Mulher finalmente abriu as portas para realizar suas primeiras consultas. Cerca de 60 mulheres foram selecionadas, através da Central de Marcação de Consultas e Exames Especializados (CMCEE), para integrar o primeiro grupo atendido nas especialidades de ortopedia e ginecologia.

 

A auxiliar administrativa Mirian Arruda Maciel, 56, foi a primeira delas. Depois de esperar três meses por uma consulta ao ortopedista, a paciente recebeu orientações médicas sobre as dores no joelho e encaminhamento para exames de imagem. “Estava na fila de espera e a consulta seria apenas no dia 30 de julho. Gostei muito do atendimento e espero que continue assim”, deseja.


Ao chegar ao hospital, Mirian conta que teve de passar por cinco pessoas até conseguir acesso à sala de espera. No caminho, máquinas ainda trabalhavam na parte externa do hospital. Foram 20 minutos de espera até ser chamada para entrar em uma das duas salas de ambulatório disponíveis. “Acompanhei toda a construção do hospital pela janela do ônibus. Estou feliz porque vai beneficiar muitas mulheres”, acrescenta.


A expectativa da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) é que até o fim do mês todas as outras especialidades médicas estejam disponíveis para consultas, além das cirurgias eletivas. Já a ocupação da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) deve ser liberada em agosto. O Hospital da Mulher deve disponibilizar ainda 40 leitos de retaguarda para o Instituto Doutor José Frota (IJF). “O hospital está pronto, mas a ampliação dos atendimentos será feita de forma gradual. Vamos do mais simples ao mais complexo”, explica a titular da SMS, Ana Maria Fontenele.


Reumatologia, cirurgias vasculares, ginecologia, obstetrícia e ortopedia devem ser as especialidades mais procuradas, aponta a secretária. Questionada sobre os possíveis entraves nesse primeiro dia de atendimento, Ana Maria disse que estava tudo dentro do previsto, mas reconheceu que existe uma pressão muito grande pelo que significa o hospital. “Não tem pepino. A resposta à população é que acaba sendo muito estressante. Estou me sentindo super estressada”, desabafou.

 

Só por agendamento


A secretária municipal da Saúde ressalta que o atendimento será feito apenas por agendamento no posto de saúde. A paciente só deve comparecer ao Hospital da Mulher com o encaminhamento médico. A aposentada Maria José Bezerra, 70, não sabia. Ela aproveitou que a vizinha tinha sido chamada e a acompanhou ao Hospital da Mulher para tentar uma consulta ao ginecologista. Em vão. “Vou ao posto de saúde para tentar uma consulta”, afirma.

 

ENTENDA A NOTÍCIA


As consultas em ginecologia e ortopedia já estão sendo realizadas no Hospital da Mulher. As pacientes são atendidas mediante agendamento, via posto de saúde. A inauguração oficial deve ocorrer até o fim do mês.

 

Serviço

Hospital da Mulher

As consultas são feitas mediante agendamento no posto de saúde ou durante atendimento nos hospitais secundários.

Lista dos postos de saúde em: www.fortaleza.ce.gov.br/sms

 

Linha do tempo


2004 – Lançada a proposta de criação do Hospital da Mulher

 

Dezembro de 2005 – Prefeitura inclui emenda para a construção do Hospital da Mulher no orçamento da União

 

Maio de 2007 – Começa a desapropriação de um terreno, no bairro Henrique Jorge, onde será construído o Hospital da Mulher

 

Março de 2008 - Licitação para a construção do Hospital da Mulher é aberta

 

Maio de 2008 – Ordem de serviço é assinada

 

Setembro de 2008 - Justiça cobra a apresentação do alvará da obra. Em cerca de 90% do terreno do Hospital da Mulher o serviço de terraplanagem foi concluído. O primeiro bloco do hospital está em fase inicial de edificação

 

Julho de 2009 - O secretário da Saúde de Fortaleza informa que não há recursos assegurados para o término do projeto. Prefeita Luizianne Lins aposta na articulação política para garantir recursos

 

Outubro de 2009 -Tribunal de Contas da União (TCU) investiga suspeitas de superfaturamentos. Presidente do Crea-CE afirma que o Bloco de Apoio estava afundando e que quase todo o projeto do hospital deve ser refeito. Prefeitura não se responsabilizará pelos custos


Novembro de 2009 -Ministro da Saúde, José Gomes Temporão, garante à Prefeitura verba adicional para o custeio dos equipamentos do Hospital da Mulher

 

Janeiro de 2010 - Problemas com a documentação da obra fizeram Ministério da Saúde suspender parte de recursos de um convênio no valor de R$ 7,350 milhões

 

Novembro de 2010 -Os dois blocos são erguidos. No primeiro, bem maior, ficam consultórios, salas de exame, leitos da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), Centro de Parto Humanizado, espaços das terapias complementares, laboratório e outros setores estratégicos

 

Maio de 2011 - A falta de repasse do Ministério da Saúde foi regularizada com a apresentação dos documentos, mas as verbas ainda não foram liberadas para o Hospital da Mulher

 

Setembro de 2011 - Pouco mais de 80% da construção do Hospital da Mulher é concluída

 

Dezembro de 2011 -A Câmara Municipal de Fortaleza aprova o projeto de lei complementar que cria oficialmente o Hospital da Mulher

 

Julho de 2012 – Ocorre o primeiro atendimento no Hospital da Mulher.

 

Fonte: Banco de Dados

 

Assista matéria da TV O POVO sobre o assunto

 

Viviane Gonçalves vivi@opovo.com.br
Compartilhar

Veja também

Alívio
espaço do leitor
Cilene 20/09/2012 13:37
Estive no hospital hoje, até estar muito lindo, mas para chegar lá temos que atravessa uma avenida infernal que não tem faixa para pedestre, as entradas dos hospitais são muito longe, deveria ter uma na própria rua onde os ônibus param, imaginem uma idos ou um portador de deficiencia atravessando.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
maria 20/08/2012 12:33
devia ter o telefone do hospital
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Clécio Oliveira 03/07/2012 23:31
http://concursoseempregos.opovo.com.br/app/concursos/abertos/2012/07/03/internanoticiaconcursos,1126/hospital-regional-norte-no-ceara-abre-1-641-vagas.shtml É assim que se faz, coronelA! E, "PT, fraudações"!
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Thiago Roberto 03/07/2012 21:26
Palhaçada, ainda é um canteiro de obras.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
toinho 03/07/2012 14:46
doido meu irmao, maluco, 8 anos qz o tempo do metrofor , maluco......... heheheheh
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Ver mais comentários
12
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

Mais comentadas

anterior

próxima