Mobile RSS

rss
Assine Já
fotoreportagem 29/06/2012

Belos, mas nem tanto

A equação é simples: a falta de educação faz as pessoas jogarem lixo na praia e o lixo atrai dezenas de pombos. Conhecidas como símbolo da paz, as aves transmitem uma série de doenças
Compartilhar

"É UMA PENA QUE ANIMAIS TÃO BELOS POSSAM SER TÃO NOCIVOS À SAÚDE."

Ave urbana
O pombo comum, cujo nome científico é Columba livia domestica, é uma ave exótica de origem europeia, que foi introduzida no Brasil no século XVI. Urbana, a ave vive nos grandes centros da cidade em consequência da fácil oferta de abrigos e de comida.

 

Sujeira acumulada
Quem vai à Praia do Futuro, especialmente aos domingos (quando a sujeira já está acumulada desde o sábado), precisa ter cuidado com latinhas, garrafas e cocos espalhados pela areia. E também com os pombos, conhecidos ao redor do mundo como ratos voadores.

Doenças
O lixo jogado na praia atrai dezenas de pombos. Conhecidas como símbolos da paz, essas aves - consideradas até bonitas para muitos - transmitem doenças como criptococoses (micose que atinge o sistema nervoso), hitoplasmose (doença infecciosa respiratória) e inflamação na pele.

Fco Fontenele
Inspirado no trabalho de fotógrafos como Steve McCurry e Sebastião Salgado, procuro contrastes entre a natureza e as texturas urbanas, interrelacionando formas, cores e movimentos. Nesse jogo de correspondências, evidenciam-se as relações, antes imperceptíveis, entre o orgânico e o concreto. Repórter fotográfico do O POVO desde 2003, é editor-ajunto do Núcleo de Imagem.

Compartilhar
espaço do leitor
Topera 29/06/2012 09:27
Pombos = ratos com asas.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Joao 29/06/2012 09:17
É lamentável que esse tipo de comportamento sujo ainda ocorra nas praias do ceará. Será que no banheiro de suas casas, fazem o mesmo?
Este comentário é inapropriado?Denuncie
2
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

Mais comentadas

anterior

próxima

24h|48h Últimas