Segundo trimestre 27/09/2016

PIB do Ceará tem queda de 4,65% no trimestre

notícia 2 comentários


De acordo com dados do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), o Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará no segundo trimestre deste ano, comparado a igual período de 2015, recuou -4,65%. No primeiro semestre deste ano, a queda é de 5,08%, enquanto a taxa anualizada é de -6,54%.


O analista de Políticas Públicas do Ipece, Daniel Suliano, explica que o resultado negativo é reflexo conjuntura recessiva da economia nacional iniciada em 2014. No caso do Estado do Ceará, a ênfase recai sobre o setor serviços que caiu 5,07% em decorrência do fraco desempenho da atividade de Comércio, que no mesmo período apresentou retração de 10,63%.


No segundo trimestre de 2016, o PIB da agropecuária foi o único que cresceu (2,95%). A economista do Ipece, Cristina Lima Maia, explica que o resultado positivo resulta da base de comparação muito baixa (-37,11%), registrada no segundo trimestre de 2015.


A indústria caiu 6,74%, influenciada pelos recuos das atividades da indústria de transformação e da construção civil. Daniel Suliano destaca que não tem como a atividade econômica se sustentar e crescer diante de um quadro de redução da massa salarial e desemprego.


Outros sete estados divulgaram seus PIBs trimestrais. Todos apresentaram resultados negativos. O Ceará tem o segundo pior resultado, melhor apenas que o Espírito Santo (-15%). (Artumira Dutra)

> TAGS: ceará pib
espaço do leitor
Pietro Cans 27/09/2016 12:03
Quiseram mais PT? Voto é consciência e tem consequencias.
Délio Amora Maciel Neto 27/09/2016 09:58
NA AGROPECUÁRIA SOBE PORQUE O POVO PRECISA COMER, ENTÃO O POUCO DINHEIRO É CANALIZADO PARA A ALIMENTAÇÃO, EM SEGUNDO LUGAR A SAÚDE, AGORA VESTUÁRIO, BENS DURÁVEIS COMO CARRO, TV, GELADEIRA ISSO TUDO PASSA A SER DISPENSÁVEL NESSE CRISE, TÁ TODO MUNDO FALINDO DEVIDO A INCOMPETÊNCIA DOS POLÍTICOS BRASILEIROS OU SERÁ DA ROUBALHEIRA MESMO?
2
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Economia