GASOLINA EM FORTALEZA 22/09/2016

Queda da demanda faz preço da gasolina cair

As pessoas estão utilizando menos carros e a demanda nos postos caiu. O POVO encontrou gasolina a R$ 3,85
notícia 6 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 18866, 'email': 'beatrizsantos@opovo.com.br ', 'nome': 'Beatriz Cavalcante'}
Beatriz Cavalcante beatrizsantos@opovo.com.br
JULIO CAESAR/ESPECIAL PARA O POVO
Posto na avenida Pontes Vieira registra o menor preço, de acordo com a apuração do O POVO na tarde de ontem, R$ 3,85


A queda da demanda dos clientes nos postos de gasolina faz com que os preços comecem a baixar. O POVO percorreu os bairros Aldeota, Guararapes, Água Fria, Cidade dos Funcionários, Bairro de Fátima, Dionísio Torres, José Bonifácio e encontrou quatro postos que haviam baixado o valor da gasolina ainda ontem. O preço mais barato encontrado da gasolina foi R$ 3,85, que antes era de R$ 3,89. Segundo última pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço médio do combustível na Capital é de R$ 3,93.


 

Edilson Duarte, coordenador dos cursos de Engenharia da Devry Fanor e especialista em petróleo e gás, diz que a explicação para a queda é porque as pessoas estão deixando seus carros em casa para andar de ônibus. O resultado se vê na bomba dos postos e na venda de combustíveis no Estado e no Brasil que teve queda nos meses pesquisados pela ANP, de janeiro a julho deste ano, ante o mesmo período do ano passado. No Ceará, a retração foi de 6,5%, com queda acumulada de 6,46%.


Em conversa com donos de postos, que não quiseram se identificar, o discurso é de que os estabelecimentos precisam manter volume para pagar as contas e começam a baixar preço. “Quando um começa a baixar o outro também baixa”, disse um empresário, que frisou que a categoria já havia se reunido na terça-feira, 20, no Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Ceará (Sindipostos-CE) para discutir a queda da demanda. Segundo ele, seu estabelecimento, na região Sul, teve queda de 30% em agosto ante 2015.


Outro dono de posto disse que os indicadores de venda não são bons, os preços devem continuar a ceder. “Um frentista custa R$ 3 mil e ele vende 20 mil litros por mês. Isso me dá R$ 0,15. Hoje compro etanol a R$ 3 e vendo a R$ 3,09. A margem de lucro é pequena”, disse.


Proprietários de postos ainda se queixam dos impostos sobre o preço dos combustíveis, que se dividem nos tributos: ICMS, PIS/Pasep, Cofins e Cide. No Ceará, segundo pesquisa de junho de 2016 da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis), tributos sobre o preço da gasolina são de 37%; sobre diesel S10 e etanol são 24%.


Duarte diz que como o lucro dos postos é irrisório, a alternativa é agregar valor. Um dos donos de posto opta, por exemplo, por fidelizar o cliente e fazer contratos com empresas para abastecer a frota. “Não vejo muita diferença no preço dos postos de um para o outro. Não vou ao posto porque está R$ 0,30 mais barato, mas porque ele me oferta Dotz ou Premier. Vou no mesmo local para acumular pontos e ganhar prêmios”, diz.


Consumidores

Francisco Nunes, porteiro, acredita que os valores têm que baixar mais. “Ainda está muito caro e coloco gasolina de dois em dois dias”. Marcos Castro, engenheiro, ainda não acha que os preços estejam justos. “O Brasil ainda compra mais barato e vende mais caro”, diz.

 

Saiba mais


Posto Marajó (Shell), na av. Pontes Vieira: gasolina foi de R$ 3,89 para R$ 3,85; diesel ficou a R$ 3,09; etanol a R$ 3,07


Posto Bela Vista I (Shell), na av. Rogaciano Leite, a gasolina foi de R$ 3,90 para R$ 3,87; o etanol de R$ 2,97 para R$ 3,070 e o diesel de R$ 3,22 para R$ 3,170


Posto Cauípe (BR), na BR-116, a gasolina foi de 3,90 para R$ 3,87, o diesel e o etanol de R$ 3,09 para R$ 3,07


Posto Tetra (Ipiranga), na av. Oliveira Paiva, a gasolina foi de R$ 3,92 para R$ 3,89; etanol de R$ 3,19 para R$ 3,09; e diesel de R$ 3,22 para R$ 3,19

 

espaço do leitor
PSilva 23/09/2016 00:44
Cadê a ANP q não põe ordem nessa imoralidade?
Zé Bob 22/09/2016 19:50
Tem que cair mais. Que venham os ônibus com ar condicionado...
Eduardo Barros Leal 22/09/2016 14:08
Se o nosso povo aprendessem a boicotar produtos, veriam a força que tem.
Pietro Cans 22/09/2016 10:04
Sobem 30% e diminuem 1%. rsrsrs
Murilo 22/09/2016 10:00
Além disso, reclamam dos impostos da gasolina como se fossem eles que pagassem.Não, somos nós consumidores que pagamos todos os impostos e o lucro deles.
Ver mais comentários
6
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima

Jornal de Hoje | Economia