A partir de 6 de setembro 02/09/2016

Bancários do Ceará decidem entrar em greve

notícia 0 comentários


Insatisfeitos com a posição da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e com o momento político que vive o País, bancários decidem entrar em greve. O Comando Nacional dos Bancários orientou a rejeição da proposta dos bancos nas assembleias convocadas pelas Federações e Sindicatos do País nas assebleias de ontem e de hoje (1 e 2/9), com indicativo de paralisação a partir do dia 6 de setembro.


Segundo os trabalhadores, após várias rodadas de negociação a Fenaban propôs reajuste de 6,5% no salário, na Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e nos auxílios refeição, alimentação, creche, e abono de R$ 3 mil. Conforme a categoria, a proposta não cobre, sequer, a inflação do período, projetada em 9,57% para agosto deste ano e representa perdas de 2,8% para o bolso de cada bancário.


A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) informa que o reajuste de 6,5% nos salários e benefícios, acrescido de um abono de R$ 3 mil, seria pago de uma só vez. E ainda que, somados, o abono e o reajuste representarão ganho superior à inflação na remuneração do ano da grande maioria dos funcionários do sistema bancário.


A Fenaban, braço sindical da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), considera que juntos (abono e o reajuste), representam um aumento, na remuneração, de 15% para os empregados com salário de R$ 2,7 mil, por exemplo.

 

> TAGS: economia
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Economia