R$ 31,2 BILHÕES 31/08/2016

Investimentos federais reduzem queda

notícia 0 comentários


Depois de terem fechado o primeiro semestre com queda de 12,4%, os investimentos federais – que incluem obras públicas e compra de equipamentos – reagiram em julho e diminuíram o ritmo de recuo no acumulado do ano. No mês passado, essa despesa totalizou R$ 4,5 bilhões, elevando o total investido para R$ 31,2 bilhões nos sete primeiros meses do ano.


Em relação a 2015, os investimentos agora acumulam queda nominal de 3,3% de janeiro a julho. No mesmo período do ano passado, o governo federal tinha investido R$ 32,2 bilhões.


Os dados sobre o investimento foram divulgados pela secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, durante entrevista para explicar o déficit primário recorde de R$ 18,551 bilhões em julho.


As despesas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) totalizaram R$ 2,921 bilhões em julho, totalizando R$ 22,024 bilhões nos sete primeiros meses do ano. O valor é 5,4% inferior aos R$ 23,270 bilhões registrados no mesmo período de 2015.


Meta mantida

No segundo semestre, estão previstas despesas como o pagamento do décimo terceiro de servidores, aposentados e pensionistas e a entrada em vigor de reajustes a servidores públicos.

 

Nos últimos 12 meses, o déficit primário (resultado negativo antes do pagamento dos juros da dívida pública) totaliza R$ 163,34 bilhões. Mesmo assim, a secretária do Tesouro assegura que não será necessário aumentar a meta de déficit deste ano, estipulada em R$ 170,5 bilhões.


“As receitas com a repatriação [regularização de recursos mantidos no exterior] não estão incluídas na programação financeira do Tesouro. A meta de R$ 170,5 bilhões será cumprida. Qualquer ajuste será feito no Relatório de Receitas e Despesas [documento do Ministério do Planejamento], que será divulgado no fim de setembro”, acrescentou Vescovi.

 

> TAGS: economia
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Economia