Futura Trends 25/08/2016

A arte de aliar design aos negócios

Para Mário Rosa, gerente da Echos, brand strategist e design thinker, o pensamento pragmático deixou os negócios parecidos. Assim, o design tem papel fundamental
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 19043, 'email': 'ligiacosta@opovo.com.br', 'nome': 'L\xedgia Costa'}
Lígia Costa ligiacosta@opovo.com.br
DIVULGAÇÃO
Mario é da Echos, um dos maiores laboratórios de inovação do País


“A objetividade e praticidade nos negócios acabaram tornando-os semelhantes, fato que exige aliar o design ao pensamento empresarial. É o que afirma Mario Rosa, gerente de negócios da Echos, Brand Strategist e Design Thinker.


“Hoje quem se especializa só em negócios tende a ficar muito parado no pragmatismo e quem se pauta apenas no design está fadado a criar coisas que não fazem sentido”, diz ele que é um dos convidados da 6ª edição do Futura Trends, realizado pelo O POVO, Fundação Demócrito Rocha e Instituto Albanisa Sarasate.


No Seminário, que acontece amanhã, Mário Rosa ministrará a palestra A construção de novos pensamentos para os negócios. “O que é bom para o negócio tem ser bom para a marca. O desenvolvimento ocorre muito junto, é uma coisa só”.


Business design

Mario ainda antecipa que falará em sua palestra sobre o design thinking, processo de pensamento crítico e criativo, cuja forma de encarar os problemas é focada na colaboração, experimentação e empatia.

 

Inspirado nos conceitos do design thinking, o business design conta com alguns princípios, como o de centrar-se no ser humano e em sua singularidade. “Para atender a demandas, eu preciso entender profundamente as pessoas e desenvolver coisas que de fato sejam relevantes para elas”.


O business design também tem como princípio observar e entender constantemente o negócio por perspectivas macro e micro. Ou seja, ser holístico.


Ao entender tais contextos, é possível se conectar mais facilmente ao mundo e em sua complexidade. “É preciso estar conectado a esse contexto para que o negócio tenha sentido. Orientado ao contexto e não à empresa”, destaca.


Outro princípio é o evolutivo, a partir do qual tudo precisa se manter melhor e em constantemente inovação, tal como a tecnologia.


Segundo Mario, além de pensar evolutivamente e lançar um olhar diferente sobre as coisas, os líderes estão imersos em um mundo complexo que os impede de ter a resposta para tudo. Logo, torna-se imprescindível a capacitação de pessoas com os mais diferentes pensamentos.


Não é mais possível manter um padrão controlador de liderança. “É necessário desenvolver profissionais em profundidade para que novos talentos surjam. Entender que preciso ter desenvolvimento multidisciplinar e um padrão de liderança dinâmica”, complementa.

 

SERVIÇO

 

Futura Trends 2016

Quando: dia 26, das 13h30min às 20 horas.

Onde: Hotel Gran Mareiro, Praia do Futuro. Rua Oswaldo Araújo, 100.

Inscrições: Apenas pelo telefone (85) 3255 6184 ou no dia do evento.

 

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Economia