Combustível 25/08/2016

25 irregularidades em 30 postos fiscalizados

A partir da primeira fase da operação, realizada em junho, as denúncias de consumidores cresceram
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 19040, 'email': ' andresongurgel@opovo.com.br', 'nome': 'Anderson Cid'}
Anderson Cid andresongurgel@opovo.com.br


A Operação Gasolina Pura, feita em parceria da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o Procon Fortaleza e a Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará (Sefaz), interditou uma bomba de combustível em Fortaleza. A operação começou terça, 23, e segue até hoje. Nos primeiros dois dias, foram 30 postos fiscalizados e 25 irregularidades constatadas. Hoje, devem ser fiscalizados mais 15 estabelecimentos.


O posto que teve a bomba lacrada fica na avenida Borges de Melo e o problema encontrado pelo fiscal da ANP foi irregularidade nos padrões de vazão – ou seja, o consumidor paga por uma quantidade e recebe menos do que isso. O Procon autuou o estabelecimento, na terça-feira, por ausência de preço em produtos como aditivos, óleos, carvão e garrafão de água.


Além disso, foi autuado também outro posto por possuir dois termodensímetros (aparelho usado para verificar a qualidade do combustível) com defeito. É exigido que os postos tenham todos os equipamentos necessários para que a fiscalização seja feita e funcionários treinados para executar a operação.


Isso porque, conforme Cleber Ribeiro, agente de fiscalização da ANP, o teste não é feito só quando a Agência faz uma operação do tipo e qualquer consumidor pode exigir ao posto que essa operação seja executada. Caso o estabelecimento não tenha o equipamento necessário, profissionais habilitados, ou se negue a fazer o teste, deve-se fazer uma denúncia à ANP para que o estabelecimento seja fiscalizado.


No primeiro dia foram 11autuações nos 15 postos fiscalizados. Na fiscalização de ontem, um balanço parcial dos 15 postos fiscalizados, apontava seis autuações pelo Procon. A ANP autuou cinco postos e registrou três notificações.


Cláudia Santos, diretora geral do órgão, conta que o Procon decidiu acionar a ANP para repetir a Operação Gasolina Pura porque, desde a operação anterior, as denúncias de consumidores aumentaram. “É muito importante que o consumidor denuncie, isso garante que ele tenha resguardados seus direitos”, conta ela.

 

SERVIÇO


CANAIS DE DENÚNCIA

Site do Procon Fortaleza: www.fortaleza.ce.gov.br/procon

Telefone: 151
Facebook: @proconfortaleza

Endereço: Rua Major Facundo, 869 – Centro

ANP: 0800.970.0267

 

> TAGS: 0
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Economia