Mercado de luxo 19/08/2016

BS Design diz ter 75% das unidades vendidas

O empreendimento propõe ser o primeiro com conceito A%2b em Fortaleza. Lançado há um ano, está com 13% das obras concluídas. Entrega é prevista para 2019
notícia 0 comentários
{'grupo': '.', 'id_autor': 19052, 'email': 'irnacavalcante@opovo.com.br', 'nome': 'Irna Cavalcante'}
Irna Cavalcante irnacavalcante@opovo.com.br
IRATUÃ FREITAS/DIVULGAÇÃO
O prédio comercial fica na avenida Desembargador Moreira e tem o metro quadrado estimado em R$ 16 mil


O edifício BS Design Corporate Towers, que se propõe a ser o primeiro com conceito A + em Fortaleza, já tem 75% dos espaços comercializados, segundo a BSPAR Incorporações. O balanço do primeiro ano de obra foi divulgado ontem. Com 13% das obras concluídas, as duas torres já estão sendo levantadas. A previsão de entrega é para o dia 30 de março de 2019.


Localizado na avenida Desembargador Moreira, no bairro da Aldeota, o edifício corporativo terá duas torres de 21 andares, interligadas a partir do nono andar por lajes e pontes metálicas, 708 salas comerciais e 18 lajes corporativas, que vão de 22 m² a 326 m². Entre as torres, haverá uma praça aberta ao público.


O presidente da BSPAR, Beto Studart, explicou que apesar do cenário de retração econômica, o cronograma das obras não foi alterado. O investimento total é de R$ 350 milhões, sendo R$ 200 milhões com a construção em si. E a expectativa é de que o Valor Global de Vendas (VGV) alcance a marca dos R$ 500 milhões.


Ele diz que a ideia é abrir um novo padrão de construções no mercado imobiliário local, agregando um nível mais alto de tecnologia, segurança e conforto aos edifícios corporativos. “É uma obra gigantesca que pretendemos deixar na história. Está projetado para ser atemporal, para que daqui a 20 anos ainda seja considerado bonito e moderno”.


Dentre outros diferenciais, o edifício terá um revestimento da fachada com tecnologia autolimpante, sistema de extração de fumaça em todos os pavimentos, 25 elevadores, com chamada inteligente e geração de energia regenerativa, que operarão com velocidade de 180 metros por minuto – hoje o padrão é 60 m/min-, automatização de iluminação, sistemas de reuso de água, de telecomunicação e de segurança monitorado por um centro de supervisão predial. Além de 1.527 vagas de garagem, 100 delas preparadas, inclusive, para receber carros elétricos. O empreendimento tem ainda heliponto com sala vip ambientada e um skylounge, área privativa na cobertura para descanso e uso dos salistas.


“O prédio tem toda a parte de instalação desenvolvida no subsolo para levar todo tipo de cabeamento, inclusive, novas tecnologias que venham a surgir, aos pavimentos corporativos sem ter que quebrar uma única cerâmica”, explicou o diretor de operações, Ricardo Ary. Beto disse estudar compra de um terreno próximo ao BS Design para fazer uma versão do edifício com foco residencial.


O metro quadrado está estimado em R$ 16 mil, cerca de 20% acima do valor médios de empreendimentos comerciais na Aldeota. A superintendente comercial da BSPAR, Renata Santos, assegura, no entanto, que há mercado. “Isso é totalmente tangível quando a gente mostra o produto e a localização”.

 

NÚMEROS

 

708

SALAS comerciais e 18 lajes corporativas irão ocupar os 21 andares das duas torres do BS Design

 

> TAGS: economia
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima

Jornal de Hoje | Economia