Leandro Karnal 11/08/2016

"A sobrevivência de uma empresa depende de reinvenção"

notícia 0 comentários


O aumento de 23% no número de pedidos de falência nos primeiros sete meses de 2016 – conforme levantamento da Boa Vista SCPC - Serviço Central de Proteção ao Crédito – traz à tona a discussão sobre o que as empresas devem ter para manter um bom desempenho. Independente da crise econômica, o filósofo e historiador Leandro Karnal defende que “a sobrevivência de uma empresa depende de reinvenção permanente”.


Foi o que declarou durante o último dia do Encontro Nacional da Cadeia do Abastecimento (Enacab 2016) realizado pela Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (Abad), em São Paulo. De acordo com Karnal, o brasileiro - incluindo empresários - não costuma traçar ou repensar suas estratégias, permanecendo em uma zona de conforto, área para a qual todas as pessoas estão inclinadas.


“Mudar é difícil, mas não mudar é fatal. A mudança é absolutamente inevitável. Se você não tem vontade de mudar, não tem estômago para concorrência, a única alternativa é o suicídio comercial, sair do jogo”.


Além de ter consciência de seu próprio negócio, ele vê a estratégia como uma ferramenta importante para administrar a limitação de pessoal, de tempo (prazos) e de recursos limitados. “A racionalidade estratégica permite prever para onde se vai e não apenas ser reativo, mas propositivo”.


“Trabalhamos mal”

A quantidade de informações, a rapidez tecnológica e a maior exigência no trabalho, segundo ele, levam as pessoas a trabalharem mais do que deveriam. “Trabalhamos muito porque trabalhamos mal. O padrão é velocidade e sobreposição de tarefas. O mundo exige cada vez mais, que eu perca o foco, me canse, esvaziando o sentido. Isso se tornou suicídio ético do trabalho”.

 

Para otimizar o desempenho das empresas, o historiador diz ser necessária, portanto, a recuperação da concentração e do foco dos profissionais, imersos em um mundo “líquido, rápido, sem fronteira, onde tudo parece estar derretendo. Não consertamos mais relações, nem aparelhos”. (Lígia Costa, enviada a São Paulo. A repórter viajou a convite da Abad)

 

> TAGS: Leandro karnal
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Economia