Recuperação judicial 04/08/2016

Em crise, Oi investe na digitalização de serviços

notícia 0 comentários
DIVULGAÇÃO
Bernardo Winik, diretor da Oi apresentou novo produto ontem


Em meio ao processo de recuperação judicial, a Oi aposta na expansão dos produtos no mercado digital para ganhar clientes e enxugar custos. Ontem, a empresa lançou novo aplicativo para clientes pré pago e outros quatro produtos devem ser lançados ainda este ano. A expectativa é expandir de 4 % para 20% o e-commerce da empresa sobre as vendas totais em quatro anos.


“A digitalização é a grande estrada que a gente vai trilhar para poder conseguir transformar o negócio da Oi”, afirmou o diretor de estratégia e Transformação do Negócio da Oi, Maurício Vergani.


O novo aplicativo, chamado de Oi Livre, oferece possibilidade de compra de créditos, solicitação de serviços, adesão a ofertas e o acompanhamento de créditos em tempo real. Por enquanto, o aplicativo está disponível apenas no Rio de Janeiro, mas chegará aos demais estados ainda este ano. O valor de investimento não foi divulgado.


Custos

A empresa pretende com a estratégia também enxugar custos. De acordo com o diretor de varejo da Oi, Bernardo Winik, o e-commerce representa 20% da média do custo de venda dos canais tradicionais.

 

O atendimento presencial e de call center permanecem, mas com o tempo, esta mudança vai significar uma reestruturação também destes serviços. Hoje o call center da empresa no Ceará emprega 6 mil funcionários.”Este trabalho de call center mecânico, que é aquele que a pessoa não sai do script, o aplicativo vai substituir. Agora existe uma camada de serviços que o digital não vai conseguir resolver. Então a gente acredita que a mudança vai ser benéfica também para área de call center porque eles vão conseguir se posicionar em um negócio de mais valor do que tem hoje”, projeta Vergani, sem especificar, no entanto, quando este processo de transição será concluído ou o impacto dele em postos de trabalho.


Em junho, foi aprovado o pedido de recuperação judicial da Oi estimado em R$ 65,4 bilhoes. Foi o maior pedido de recuperação judicial já feito no Brasil. Winik explica, no entanto, que a empresa continua com foco em suas operações.

(Irna Cavalcante, enviada ao Rio de Janeiro. A repórter viajou a convite da Oi)

 

> TAGS: oi
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Economia