TERMELÉTRICAS 02/08/2016

Necessárias, mas danosas

notícia 2 comentários


Usadas como energia de reserva e acionadas quando usinas de outras fontes não suportam a demanda, as termelétricas têm como vantagens a instalação em qualquer lugar – não precisando estar próxima de um rio como a hidrelétrica por exemplo, não terem a produção dependente de ação dos ventos ou do sol como as eólicas. Por outro lado, são danosas ao meio ambiente.


Especialista em convivência com o semiárido e pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco, João Suassuna, destaca que as térmicas no processo de produção de energia demandam expressivo volume de água para resfriar as turbinas.


Como exemplo, ele cita termelétrica de Pernambuco. Operando em sistema aberto, ela necessita de um volume aproximado de cerca de 15 metros cúbicos por segundo (m3/s), equivalente à demanda de água da população da Grande Recife, que tem três milhões de habitantes. Localizada em Suape a usina capta a água no mar.


“O prejuízo maior é que essa água, superaquecida, volta para o mar atingindo num raio de 500 metros toda fauna e flora”. Ele ressalta que o custo ambiental das térmicas é enorme. Além do grande consumo de água, explica que elas poluem o ambiente com gases tóxicos - monóxido de nitrogênio (NO) e dióxido de nitrogênio (NO2)


A professora no Departamento de Engenharia Elétrica da Universidade Federal do Ceará (UFC), Ruth Saraiva Leão, explica que uma termelétrica a vapor usa água para geração de vapor e resfriamento. “Uma usina a vapor, cujo insumo energético é o carvão, é dependente do suprimento de água”.


Segundo a professora, no Ceará as cinco maiores usinas termelétricas são: UTE Porto do Pecém I com 720 MW, a carvão mineral; UTE Porto do Pecém II com 365 MW, a carvão mineral; UTE Fortaleza com 346,6 MW, a gás natural; UTE Termoceará com 219 MW, a gás natural; e UTE Maracanaú com 168 MW, a óleo combustível. (AD)

 

> TAGS: 0
espaço do leitor
Alexandre Araújo Costa 02/08/2016 10:06
As termelétricas no Ceará hoje emitem mais CO2 do que todo o setor de transportes, consomem água que daria para mais de meio milhão de pessoas. Na terra do vento e do sol, é uma vergonha que alguém ainda venha dizer que elas são "necessárias". São apenas danosas, isso sim!
Alexandre Araújo Costa 02/08/2016 10:06
As termelétricas no Ceará hoje emitem mais CO2 do que todo o setor de transportes, consomem água que daria para mais de meio milhão de pessoas. Na terra do vento e do sol, é uma vergonha que alguém ainda venha dizer que elas são "necessárias". São apenas danosas, isso sim!
2
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima

Jornal de Hoje | Economia