INVESTIMENTO 30/07/2016

A educação pode mudar paradigmas

notícia 0 comentários


Thales Feitosa, de 17, nunca pensou que sairia da escola direto para uma universidade. Hoje, no 3º ano, se prepara com para estudar na UFC ou em Coimbra (Portugal). “Sei que posso ir mais longe”.


Ele é o primogênito de cinco filhos da confeiteira Antônia Verônica Pereira. Nem ela e nem o marido, motorista de caçamba, ingressaram no ensino superior, mas sempre incentivaram o filho nos estudos. “É um sonho para nós”, diz a mãe.


Mas a adaptação ao projeto não é fácil. Rubens Miguel Aguiar, 17 anos, entrou no projeto e as notas caíram, mas conseguiu se recuperar.


Foi por meio da mentoria - feita pelos idealizadores do projeto, que Rubens se recuperou. O acompanhamento, além de ajudar, direciona a carreira e melhora o rendimento escolar. “O contato com ex-bolsistas são diferenciais que os estimulam a seguir adiante”, diz o bolsista Juan Ponce.

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima

Jornal de Hoje | Economia