Evento 30/07/2016

Seminário Empreender apresenta programação da edição de dez anos

Evento acontecerá de 1º a 11 de setembro no RioMar, Sebrae e Fiec. Na programação, além de empreendedores de sucesso e especialistas, também há sorteios, atrações musicais e oficinas
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 19040, 'email': ' andresongurgel@opovo.com.br', 'nome': 'Anderson Cid'}
Anderson Cid andresongurgel@opovo.com.br
MAURI MELO
Apresentação aconteceu na manhã de ontem no Espaço O POVO de Cultura & Arte


Comemorando dez anos, o Seminário Empreender apresentou na manhã de ontem cronograma e convidados da edição 2016, que terá como tema “Por um Brasil mais simples”. Realizado pelo Grupo de Comunicação O POVO, o evento acontecerá de 1º a 11 de setembro no Shopping RioMar, na sede do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do Ceará e na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec).


 

Celebrando a primeira década do evento, João Dummar Neto, vice-presidente do Grupo de Comunicação O POVO, afirma que a principal missão do Seminário nos próximos dez anos é permanecer como eixo de conexão entre todas as partes interessadas. “O desafio para os próximos dez anos é continuar a integrar a sociedade a essa geração de pequenos empreendedores que surgiram, gerando uma oportunidade de negócios constante para esses empreendedores do futuro”.


Segundo Nazareno Albuquerque, coordenador-geral do Seminário Empreender, é importante pensar em empreender especialmente em tempos de dificuldade econômica.


Ele lembra que, apesar de já terem sido perdidos milhões de empregos durante a crise, uma parcela considerável daqueles que perderam suas vagas está voltando ao mercado de trabalho através do empreendedorismo. “A crise também pode impulsionar novas oportunidades, não tenha dúvida disso. Essa crise veio em hora boa para despertar muita gente”, conta.


 

Durante a cerimônia, Alci Porto, diretor técnico do Sebrae Ceará, contextualizou a importância do projeto em uma perspectiva histórica. Segundo ele, até meados dos anos 1990 as micro e pequenas empresas não eram vistas como prioridade e encontravam pouco amparo do Governo. Foi quando a Lei da Micro e Pequena Empresa entrou em vigor, em 2006, que esse grupo passou a receber mais atenção, com o Seminário Empreender surgindo pouco depois para articular a sociedade nessa direção.


Para Josbertini Clementino, titular da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado do Ceará (STDS), é importante encorajar a população cearense a trabalhar por conta própria. O Seminário Empreender, ele conta, atua como um ponto de encontro para impulsionar esse movimento, o que deve não apenas gerar mais riqueza para o Estado, mas também mais empregos.


A importância desse tipo de iniciativa se reflete nos números, segundo o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) Antônio Gilvan Mendes de Oliveira. Ele conta que, a cada 10 empregos gerados no Ceará, seis são por meio de microempreendedores.


Salmito Filho, presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, também presente na cerimônia, pontua que a relevância desses negócios se prova também em nível internacional: “Na Alemanha, locomotiva da União Europeia, 90% dos empregos gerados são através de pequenas empresas”. Ele defende que, para fortalecer esse segmento, é necessário manter uma articulação forte entre a sociedade civil e todas as esferas do governo.

 

> TAGS: 0
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Economia