PLANEJAMENTO 25/07/2016

Aprenda a controlar os gastos

notícia 0 comentários


Utilizar bem o cartão de crédito é ter total controle sobre ele. Não deixe que a fatura seja uma surpresa, anote todos os gastos e saiba o valor da conta antes mesmo de recebê-la.


O professor Érico Veras Marques indica controle por meio de caderninho ou planilha, mas que seja de maneira rígida. “A falta de disciplina e planejamento pode estourar seu orçamento e comprometer sua saúde financeira”, acrescenta Rafael Seabra, educador financeiro.


E em relação ao controle das parcelas, Marques diz que o ideal é não ter muitas.

 

Isso porque ter várias parcelas é o mesmo que uma compra grande. “Seis compras com parcelas de R$ 90 é o mesmo que uma compra de R$ 540”, contabiliza. A dica é que se anotem as parcelas, pois, no Brasil, uma conta pode ultrapassar um ano em parcelamentos e o consumidor acaba por perder o controle.


Centralizar suas compras é outra forma de controle. O especialista Dori Boucault diz que gastos do mês recorrentes podem ser centralizados de forma que tenham uma única data de vencimento.


No aliado da organização, é possível ainda ter dois cartões. Isso no caso de o consumidor receber seus proventos de forma quinzenal. Assim o vencimento de cada cartão pode ser da mesma maneira para acompanhar o recebimento do salário. “Sendo possível dividir despesas entre os dois cartões e ter mais folga no seu orçamento”, orienta Boucault.


Por último, sabe aqueles papeis azuis que você acha que não sabe de nada? Pois eles são úteis na hora de fazer o controle de gastos e a conferência da fatura mensal. O prazo para guardar as faturas junto com os comprovantes é de no máximo cinco anos. “Isso é importante para que você tenha garantia de não ser cobrado indevidamente no futuro”, indica o especialista. (Beatriz Cavalcante)

> TAGS: economia
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Economia