Entorno do Dragão do Mar 22/07/2016

Prefeitura anuncia ordenamento

notícia 0 comentários
DIVULGAÇÃO/PMF
Roberto Cláudio se reuniu com empresários da Praia de Iracema


A Prefeitura de Fortaleza anunciou ontem que iniciará, no prazo de 30 dias, ações de ordenamento urbano no entorno do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. As medidas envolvem ordenamento urbano, em parceria com o Governo do Estado, além de iluminação, pavimentação, sinalização e limpeza das ruas próximas ao Dragão. As intervenções, conforme a Prefeitura, deverão ser de curto, médio e longo prazos.


O anúncio foi feito ontem, em reunião no Paço Municipal entre o prefeito Roberto Cláudio (PDT) com empresários e representantes de instituições que funcionam na Praia de Iracema.


É recorrente a queixa de proprietários de estabelecimentos sobre a degradação da área, que, apesar dos problemas, recebe grande fluxo de turistas e de fortalezenses que buscam diversão. A principal reclamação dos estabelecimentos tem se voltado à feira da rua José Avelino, que provoca transtornos em toda a área. Ônibus e vans que transportam feirantes e frequentadores ocupam ruas paralelas, fecham passagem de carros, trancam veículos já estacionados e provocam grandes congestionamentos.


A Prefeitura promete reforço do controle urbano. Além disso, está prevista reforma da praça do Dragão do Mar. A zona de wifi livre deverá ser ampliada, Deve haver instalação de bicicletários e lixeiras. Plantio de árvores é outra das ações anunciadas.


O prefeito pretende ainda buscar parceria com a iniciativa privada para que haja programação ao longo de toda a semana em três polos da Praia de Iracema: Poço da Draga, Rua dos Tabajaras e Dragão do Mar. Os empresários se comprometeram a ajudar na manutenção dos espaços públicos. Por exemplo, com adoção da praça do Dragão.

 

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Economia