DRAGÃO DO MAR 20/07/2016

Empresários do Dragão entregam hoje propostas a prefeito

Entre medidas, estão criação de polo para abrigar ambulantes e contenção da Feira da José Avelino
notícia 1 comentários
{'grupo': '.', 'id_autor': 19052, 'email': 'irnacavalcante@opovo.com.br', 'nome': 'Irna Cavalcante'}
Irna Cavalcante irnacavalcante@opovo.com.br
MAURI MELO
Feira da José Avelino: avanço preocupa empresário do Dragão do Mar. Alguns ameaçam fechar as portas

 

Regularização dos estacionamentos que ficam ao lado do Dragão do Mar, criação de um polo gastronômico para abrigar os ambulantes do entorno do equipamento em outro espaço, soluções para conter o avanço da Feira da José Avelino e mais presença do Poder Público no local. Estas são algumas das sugestões propostas no documento assinado por várias entidades ligadas à cultura e ao turismo e que será entregue hoje ao prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), em reunião para debater a ocupação desordenada naquela área.


 

Violência, ocupação irregular por ambulantes, lixo e a invasão da Feira da José Avelino são alguns dos problemas que ameaçam um dos principais polos culturais e de lazer da capital cearense. A possibilidade de instalação de um empreendimento chamado Shopping Chão no entorno, com mais seis mil boxes de confecção, também preocupa.


“O impacto no trânsito, o aumento do comércio ambulante, as irregularidades dos feirantes transbordam por toda aquela área. Ali, a gente tem uma inversão completa de prioridades, a fiscalização só vale para os formais. A feira tem sua importância econômica, mas não precisava estar naquele local e desta forma, já que a vocação da área é cultural”, lamenta a diretora-executiva da Associação Dragões do Mar, Patrícia Carvalhedo.


Ela diz que outras cidades conseguiram enfrentar a questão com mais eficiência e que este poderia ser o caminho de Fortaleza, citando o caso do equipamento turístico Estação das Docas, em Belém (PA), e a Lapa, no Rio de Janeiro (RJ). “O que eu sugiro é uma blindagem de alguns equipamentos da cidade. A permissividade está chegando ao limite. Esta situação precisa ser revista. O prefeito precisa definir o que quer para a área, não dá para ficar todo mundo em cima uns dos outros. O equipamento do Dragão do Mar não tem como se transportar”.


A reunião de hoje é um desdobramento do manifesto divulgado pela Associação e que resultou em uma reunião no último dia 30 de junho na Assembleia Legislativa. Além de empresários da região, participaram entidades ligadas ao turismo, bares e restaurantes e poder público.

 

espaço do leitor
Heron Moreira Moreira 20/07/2016 18:37
interessante que querem tratar a situacao da categoria dos feirantes sem que esteja presente um representante , e muito bom falar ,criticar ,difamar , sem que esteja presente , bom mesmo seria se tivesse mos um debate sobre a questao com todos os interessados presentes
1
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Economia