PLANEJAMENTO 18/07/2016

Oportunidade para ajustar o orçamento

notícia 0 comentários


Na análise do economista Vitor Leitão a restituição do IR é uma excelente oportunidade para ajustar o orçamento. “Esse dinheiro ‘extra’ recebido pode servir para quitar dívidas caras (com taxas de juros e/ou parcelas muito elevadas) e dar uma folga no orçamento.Caso não tenha dívidas, a sugestão é poupar”, considera.


O especialista observa que a inflação segue muito elevada e os salários não devem acompanhar essa elevação no curto prazo, o que pode acabar gerando problemas no orçamento familiar que não for bem administrado.


A consultora da Órama, Sandra Blanco, explica que as reservas para as emergências ou o dinheiro que poderá ser utilizado em breve devem ser aplicados em fundos ou títulos com boa liquidez, sendo a maior parte alocada em investimentos com liquidez diária, e até 30% pode ser aplicado em prazos de até um ano. “Aplicar esse dinheiro na caderneta de poupança não é uma boa escolha. Com os juros a 14,25% ao ano e inflação rodando bem acima do teto da meta (6,5%), o dinheiro investido na poupança está perdendo poder aquisitivo”, informa. (Artumira Dutra)

 

Dicas


Investir

Invista em produtos financeiros atrativos, a exemplo de fundos de investimentos ou Tesouro Direto.

 

Poupança

A caderneta de poupança não deve ser o destino dos recursos, tendo em vista outras aplicações financeiras mais rentáveis.

Bolsa de Valores

Em razão dos “bons ventos” na Bolsa de Valores, avalie destinar um percentual dos seus recursos para os investimentos no mercado de renda variável (fundos de ações e compra de ações).

Consumo

Evite gastar sua restituição do Imposto de Renda, pois em decorrência do cenário econômico ainda turbulento, sugere-se aproveitar o momento para investir, não para consumir.

 

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Economia