Linha Leste do Metrofor 08/10/2013

Estado anuncia vencedor da licitação da Linha Leste

O consórcio formado pela brasileira Cetenco e a espanhola Acciona foi declarado vencedor da licitação. Valor é de R$ 2,25 bilhões
{'grupo': ' ', 'id_autor': 16338, 'email': 'leal@opovo.com.br', 'nome': 'Joc\xe9lio Leal'}
Jocélio Leal leal@opovo.com.br
Diulgação
Dois dos quatro tatuzões que farão os túneis da Linha Leste estão em Fortaleza. Os outros devem embarcar da China até o fim do ano
Compartilhar

 

O Consórcio Cetenco-Acciona foi declarado vencedor da licitação para as obras da linha Leste do Metrofor. O resultado foi divulgado, ontem, pelo Governo do Estado por meio da secretaria de Infraestrutura do Estado do Ceará (Seinfra). O vencedor apresentou proposta de R$ 110 milhões abaixo do segundo colocado, o Consórcio Mobilidade Urbana (Camargo Correia-Queiroz Galvão–Marquise). O menor preço apresentado, do consórcio Cetenco-Acciona, foi de R$ 2,25 bilhões.

 

Em terceiro lugar ficou o Consórcio Metrofor (Andrade Gutierrez - Odebrecht - Serveng). O Consórcio Mendes Júnior-Soares da Costa-Isolux foi inabilitado por decisão judicial. Depois da publicação no Diário Oficial, o processo vai para a Seinfra para providências de homologação, adjudicação e assinatura do contrato. A disputa judicial não acabou. De todo modo, todos os pedidos judiciais do Consórcio Mobilidade Urbana contra a habilitação do Consórcio Cetenco-Acciona têm sido indeferidos.


A licitação da Linha Leste do Metrofor estava estancada do dia 19 de setembro até a tarde da última sexta-feira. Ainda existia uma liminar, requerida pela Mendes Júnior e concedida pelo juiz da 3ª Vara da Fazenda. A liminar caiu por decisão do presidente do Tribunal de Justiça, Gerardo Brígido.


O Estado alegou que o atraso causava prejuízo. O pedido de suspensão aguardava decisão desde o dia 30 de setembro. Era a única liminar que descarrilava a licitação.


A decisão judicial que inabilitou o Consórcio Mendes Júnior-Soares da Costa-Isolux foi do juiz Francisco Chagas Barreto Alves, da 2a Vara da Fazenda, atendendo a uma ação cautelar proposta pelo Ministério Público Estadual, assinada pelos promotores Eduardo Araújo Neto, José Vangilson Carneiro e Amsterdan de Lima Ximenes. A Mendes Júnior, até ontem, não havia recorrido da decisão judicial que a inabilitou.


Recursos federais

De acordo com a Seinfra, o Estado tem garantido R$ 2 bilhões em recursos federais para o projeto, sendo R$ 1 bilhão do Orçamento Geral da União e R$ 1 bilhão financiados pela Caixa Econômica. A contrapartida do Estado é de R$ 1,03 bilhão, recursos que serão usados para a Parceria Público Privado, que contemplará material rodante e sistemas e a operação dos quatro sistemas metroviários de Fortaleza. A obra está orçada em R$ 2,5 bilhões.

 

A Linha Leste ligará o Centro ao Edson Queiroz, totalizando 11 estações, além de uma de integração.

 

Compartilhar
espaço do leitor
JerônimoJJ 08/10/2013 13:39
Fortaleza merece..
Este comentário é inapropriado?Denuncie
JerônimoJJ 08/10/2013 13:38
Parabéns estado do Ceará..
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Best excel 08/10/2013 10:58
Aguardemos os aditivos que triplicarão o preço. Com a contribuição dos esquerdistas e dos ecochatos, claro.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Armando Olive Bastos 08/10/2013 08:35
Mais 100 anos para conclusão
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Tobias 08/10/2013 07:48
Que meus netos possam usá-lo!
Este comentário é inapropriado?Denuncie
5
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Mais comentadas

anterior

próxima

Jornal de Hoje | Economia