Mobile RSS

rss
Assine Já
Varejo 11/01/2013

Lojas Otoch foram vendidas, serão fechadas e voltam em fevereiro

As lojas Otoch estão em liquidação. Serão fechadas para reabrir em fevereiro sob a direção do empresário Orlando Fonseca, proprietário da Tecidos & Cia. As lojas da Capital foram vendidas há cerca de um mês
{'grupo': ' ', 'id_autor': 16420, 'email': 'andreh@opovo.com.br', 'nome': 'Andreh Jonathas'}
Andreh Jonathas andreh@opovo.com.br
ANDRÉ SALGADO
A loja Otoch da Barão de Studart será a sede administrativa da nova gestão. Espaço já está fechado e passará por reformas
Compartilhar


O estoque está sendo esvaziado e não há mais produtos para chegar, pelo menos, por enquanto. A liquidação total nas lojas em Fortaleza prepara os negócios para uma nova administração. O Grupo Otoch, de José Abraão Otoch, 84, está saindo do varejo com a venda das suas 15 lojas espalhadas no Brasil - já vendeu a maioria.


Em Fortaleza, os pontos localizados na Praça do Ferreira, na rua Senador Pompeu e ao lado do Shopping Center Um (Aldeota) foram vendidos, há cerca de um mês, ao empresário Orlando Fonseca, proprietário da Tecidos & Cia, um das maiores distribuidoras de tecido do Estado. Os valores não foram informados.


A sede da empresa será no endereço da Otoch na avenida Barão de Studart, ao lado do supermercado Carrefour. Os pontos estão prestes a iniciar as obras da grande reforma prometida pelos novos administradores.


“A decisão de sair do varejo, de encerrar as atividades foi em função do mercado, da concorrência estrangeira. Foi tomada há um ano e meio. O Grupo tem muitos imóveis e um hospital, então, era mais interessante migrar o patrimônio para outras atividades”, declarou ao O POVO o advogado do Grupo Otoch há 32 anos, Lúcio Modesto.


Modesto ressaltou que a personalidade jurídica vai continuar existindo até sanar todas as questões administrativas, de contratos e de rescisões de trabalho. “Estamos dando todos os diretos trabalhistas (dos demitidos). Dependendo da eficiência e dedicação de cada um”.


A negociação das lojas estão sendo feitas de forma fragmentada. Foram vendidas, aos poucos, as unidades de São Luiz (MA), Teresina (PI) e Belém (PA). A loja de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foi adquirida pelo Grupo Zenir Móveis, informou Modesto.


O POVO visitou 4 lojas

O POVO percorreu quatro lojas Otoch e conversou com funcionários. Há vendedores que foram demitidos e outros que pediram demissão. Segundo as informações coletadas, a nova administração vai utilizar menos funcionários e vai trabalhar com sistema de comissão ao invés de salário, como é atualmente.

 

Outra insatisfação apontada pelos trabalhadores é a mudança no expediente. Agora, segundo alguns funcionários da Otoch, domingos e feriados serão de trabalho. Antes, só no mês de dezembro abria-se aos domingo.


Em uma das lojas, uma das funcionárias informou que, desde o final de 2012, não estão sendo cadastrados novos clientes Otoch Card. Só estão recebendo pagamento das vendas parceladas. O cartão é feito em parceria com o Bradesco. O POVO apurou que representantes do banco passaram a tarde inteira de ontem reunidos com representantes da administração da Otoch.


Nas faixadas das lojas, há o aviso: “Esta loja vai fechar para reforma, mas o pagamento do seu Otoch Card pode ser feito normalmente em qualquer outra loja Otoch.”


O POVO apurou ainda que as lojas terão mais tecidos à venda e sairão os setores de calçados, lingerie e perfumaria.

 

Quem


ENTENDA A NOTÍCIA


Desde 1949, José Otoch está no comércio em Fortaleza. O Grupo foi dividido em 2002. As Lojas Esplanada ficaram com seu irmão, Deib Otoch. Atualmente, os negócios de José Otoch estão também sendo tocados por seus filhos.

 

Multimídia

Páginas Azuis com José Otoch

http://bit.ly/ZNePYt

 

Bastidores


Fazendo escola

Expedito Derocy trabalhou no Grupo Otoch por 41 anos. Chegou a ser diretor comercial. Em agosto de 2012, já no processo de venda das lojas, desligou-se da empresa. Abriu o próprio negócio, a Arte Têxtil, que trabalha com cama, mesa e banho, além de tecido e decoração. Tem um estilista que desenha os modelos pra roupa de festa e serviço de personalização de toalha. “Tudo que aprendi na Otoch trouxe pra minha empresa. Fiz parte do conceito do que é hoje a Otoch”, declarou.

Segundo plano

A decisão de vendar as lojas aos poucos aconteceu após a tentativa de vender tudo de uma vez. “Contratou-se um banco de investimento para fazer essa operação de vender a empresa toda. As propostas que chegaram não foram interessantes”, revelou o advogado do Grupo, Lúcio Modesto.

Imóveis

Lúcio destaca que os imóveis das novas lojas continuam sendo dos Otoch. A venda é do ponto comercial e, talvez, da marca.

 

Compartilhar
espaço do leitor
lu 28/12/2013 11:27
é mesmo uma pena, adorava comprar lá, pois tudo era mais em conta do q em outras lojas,sem contar q os loks eram mais bonitos
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Nana 31/08/2013 21:27
Já vai tarde! Trabalhei nessa loja, fui mal tratada e perdi minha filha em decorrência disso, sei que o grupo Otoch não tem nada a ver, mas acho bem feito para os puxa-sacos, gerente, tesoureia e supervisores, que muitas vezes derem o sangue pela loja e hj receberam pá na bunda!
Este comentário é inapropriado?Denuncie
carlos 27/05/2013 14:54
nossa,mais vamos ter ainda loja otoch e quem e cliente otoch card oque devemos fazer,nao serviram mais desse serviços.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
3
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

Mais comentadas

anterior

próxima