Mobile RSS

rss
Assine Já
Ypióca 25/10/2012

Novo presidente confirma aumento da produção

Na primeira entrevista desde que assumiu a presidência da Ypióca, Renato Gonzalez revela que vai ampliar a produção. A empresa tem foco no mercado interno
DIVULGAÇÃO
Renato Gonzalez: a prioridade da Ypióca é se fortalecer no mercado nacional, com campanhas de valorização do produto
Compartilhar


O novo presidente da Ypióca, Renato Gonzalez, confirmou que a empresa quer ampliar o parque industrial. Dois meses depois de comprar a empresa de Everardo Telles, a britânica Diageo continua a comprar aguardente do antigo proprietário, o que está previsto em contrato por três anos.


Produzindo apenas 40% de tudo o que engarrafa, a Ypióca deve expandir seu parque industrial para suprir a demanda. Segundo Gonzalez, entretanto, não há previsão de quando o projeto deve começar a ser tocado. “Planejamos a ampliação da produção; porém, ainda é cedo para falarmos como e quando essa expansão ocorrerá”.


Conforme o presidente, a empresa ainda está em fase de planejamento e disse ainda não ser possível afirmar se o aumento da produção se dará com a implantação de novas fábricas ou com ampliação da que lhes pertence, em Paraipaba. “Por enquanto, não temos planos com relação a novas plantas, mas estamos investindo na modernização do nosso parque agrícola e industrial”. Quanto à possibilidade de usar os canais de distribuição da Diageo - que tem entre suas marcas Jhonnie Walker e Sminorff - para alavancar a distribuição da Ypióca no Brasil, Gonzalez diz que as empresas se mantêm independentes, mas não descarta a possibilidade.


Ele afirma que a prioridade da Ypióca é se fortalecer no mercado nacional, com campanhas voltadas à valorização do produto. “Neste momento, nossa prioridade é entender melhor como podemos adicionar valor à categoria e, assim, tornar a cachaça efetivamente um símbolo nacional e motivo de orgulho para todos os brasileiros”, explica.


Sobre exportações, o presidente destaca o potencial do produto no mercado externo, mas diz que esse não é o foco da empresa no momento. (Nathália Bernardo)

 

Quem


ENTENDA A NOTÍCIA


Morando em Fortaleza, o carioca Renato González assumiu a presidência da Ypióca em agosto. Executivo da britânica Diageo, ele já passou por praças como Jamaica, México e Holanda.

 

Cronologia


2011. Início das negociações entre Diageo e Ypióca segundo Everardo Telles, então proprietário da marca de aguardente.


Maio de 2012. A compra da Ypióca pela Diageo foi efetivada. O valor da negociação, não confirmado pelos envolvidos, foi de R$ 930 milhões.


Agosto de 2012. A empresa britânica assumiu, efetivamente, o controle da empresa.


Outubro de 2012. Everardo Telles concede ao O POVO sua primeira
entrevista depois da venda. Ele explica que continua a produzir aguardente, que fornece a Ypióca.

 

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor: