Mobile RSS

rss
Assine Já
IBGE 15/06/2012

Redução do IPI já melhora desempenho do comércio

Levantamento feito pelo IBGE mostra que em maio as vendas melhoraram, especialmente de eletrodomésticos, que tiveram isenção do IPI
notícia 0 comentários
Compartilhar
BANCO DE DADOS
Venda de eletrodomésticos contribuiu para melhora do desempenho do comércio, ainda que de forma tímida, em maio

 

A decisão do governo de prorrogar a partir de abril a redução do IPI para os eletrodomésticos de linha branca se traduziu em vendas maiores das lojas de varejo de bens duráveis. A alta de 1,5% em abril superou a de março (1,2%) e foi a maior desde dezembro (2,6%), mês no qual foi instituída a desoneração fiscal.


O setor foi o que mais contribuiu para a expansão das vendas do comércio varejista como um todo em abril.


Segundo Aleciana Gusmão, técnica do IBGE, o corte do IPI foi o principal impulso às vendas, mas o setor respondeu positivamente também à estabilidade do emprego, à expansão da renda e ao crédito ainda em alta -apesar de já mostrar desaceleração nos últimos meses.


Na comparação com abril de 2012, as vendas de móveis e eletrodomésticos subiram 12,1%, também com a maior contribuição para o conjunto do varejo.


As vendas de veículos e motos também tiveram um desempenho melhor em abril, quando as vendas cresceram 0,2%. Foi a primeira taxa positiva em três meses e inverteu a queda de 1,4% em março.


O avanço, porém, não tem relação ainda com a redução do IPI para automóveis, que só passou a valer na segunda quinzena de maio. “Não houve tempo ainda de o setor reagir.”


Na comparação com abril de 2011, as vendas de veículos, porém, registraram queda de 4,4%.


Também sob impacto do IPI reduzido (medida que vigora desde 2009), as vendas das lojas de construção avançaram 1,8% de abril para março. (das agências)

 

Por quê


ENTENDA A NOTÍCIA


O governo federal tem adotado diversas medidas de estímulo ao consumo, como renúncia fiscal, redução das taxas de juros e facilitação do crédito, como forma de manter a economia aquecida, diante da crise internacional.

 

Compartilhar
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor no:
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.

Mais comentadas

anterior

próxima