Mobile RSS

rss
Assine Já
Inovação 09/06/2012

Projeto visa estimular parceria entre empresas e universidades

Articulado pelo Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (Indi), o projeto envolve empresas e universidades, criando parcerias entre as instituições
JÉFFERSON OLIVEIRA
Empresários e professores universitários discutiram o tema
Compartilhar

Impulsionar a inovação tecnológica no mercado por meio da aproximação entre indústria e universidade. Foi o mote da discussão entre o coordenador do Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (Indi), Carlos Matos, empresários e representantes de universidades. A ideia é desenvolver ações que possibilitem a inovação a partir do investimento empresarial e pesquisas acadêmicas.

 

O comitê estratégico formado é assessorado por uma equipe de israelenses que têm experiência com o projeto. Como explicou Carlos Matos, a meta é criar uma parceria entre o setor produtivo, as universidades e o Governo do Estado, traçando metas de inovação. A intenção é implantar centros de empreendedorismo nas universidades para fomentar a pesquisa e o surgimento de empresas startups.


A reunião do comitê estratégico compôs um plano de metas para o setor metal-mecânico, elétrico e eletrônico. O projeto deve beneficiar o setor químico, da construção civil, têxtil, de alimentos e bebidas até o fim do ano. O comitê vai apresentar um plano para o primeiro setor em até 30 dias. “Isso trará para a universidade a oportunidade de oferecer pesquisas direcionadas às necessidades das empresas”, explica José Almeida Santos Junior, participante da reunião e diretor do Centro de Tecnologia da Universidade de Fortaleza (Unifor).

 

Empresas locais

O projeto de parceria entre empresas e universidades tem como ideias-chave o investimento de empresas locais e o estímulo do empreendedorismo nas academias. Segundo Luiz Henrique Barreto, da Universidade Federal do Ceará (UFC), chefe do Departamento de Engenharia elétrica, “a ideia é criar a vontade de inovar dentro do empresário”.

 

O professor ressaltou: “Já temos centros de desenvolvimento nas universidades e já temos grupos de trabalho e parceria com empresas nacionais como a Petrobras. O que falta é a empresa local ter interesse em inovar”. De acordo com Luiz Henrique, deve-se criar ainda parceria com o governo para financiamento, e com as universidades para que invistam em formação de profissionais.

Compartilhar
espaço do leitor
Francisco Cavalcante 09/06/2012 11:01
agora mesmo estamos desenvolvendo um projeto inovador em parceria com empresa incubada na Unicamp. O Ceara necessita deste importante passo.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
1
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor: