Mobile RSS

rss
Assine Já
Informática 12/05/2012

Educação para competir com as máquinas

Homem x máquina. Para Silvio Meira, PHD em informática, a competição estimula a evolução humana. O x dessa questão é a Educação
DIVULGAÇÃO
Sílvio Meira é coordenador do Porto Digital
Compartilhar


A competição com a máquina faz com que o homem evolua. Essa foi a lição deixada por Silivo Meira, PHD em Informática na palestra que ministrou ontem no 13ª Convenção de Contabilidade do Ceará, no Marina Park Hotel.


O desafio, ele explica, é educar as pessoas para que tenham condições de operar máquinas e criar. Diante disso, Meira foi um dos criadores do Porto Digital, em 2000. O objetivo é formar profissionais de informática, estimular empreendedores e exportar serviços. Em 2010, as empresas faturaram cerca de R$ 1 bilhão.


O projeto começou com a criação de condições de trabalho num subúrbio de Recife e a inclusão de engenheiros no mercado, que cresceu e atraiu outros profissionais e empresas. Em paralelo, os jovens da Favela do Rato, na área do Porto Digital, foram treinados para participarem da economia local.


“Muitos desses jovens foram para a universidade, alguns ficaram na favela e criaram empresas de informática”, explica Meira, ressaltando que os profissionais não precisam deixar Recife em busca de mercado.


Esse trabalho de inclusão social no Recife antigo teve motivação que Meira diz ser egoísta. “Eu gosto do Recife, eu gosto do São João, do Carnaval, meu maracatu é de lá”.


O novo nicho de gente para esse polo de informática do Recife, é a escola estadual de ensino médio que se instalou na área. A proximidade permite maior interação entre profissionais e estudantes. “A escola começa a se articular com o Porto Digital e aí podemos ter interpenetração entre o que as empresas fazem e o que os alunos aprendem. Aí eles entendem qual a demanda das empresas e como eles podem se formar para este cluster”.


Meira confessa recusar palestras bem remunerados para não perder o São João, o Carnaval e não deixar de desfilar com seu maracatu no Recife. A paixão pelo Recife foi a motivação, que ele chama de egoísta, para o Porto Digital. Afinal, se não consegue deixar a cidade, decidiu trabalhar para melhorá-la. “O que eu quero é que daqui a 20 anos, esse pessoal do Porto Digital tenha grandes salários, mas que eles possam andar nos seus porsches conversíveis”, fala coma ousadia de quem quer provocar mudanças sociais.


Perguntado se podemos esperar uma espécie de Vale do Silício no Recife, ele faz ressalvas geográficas, mas até concorda com a referência.

 

Quem


ENTENDA A NOTÍCIA


Silvio Meira é PHD em Informática pela University of Kent (UK). Professor, ele foi responsável pela criação do programa de doutoramento em ciência da computação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

 

Saiba mais


O Porto Digital é composto por 200 empresas que geraram cerca de R$ 1 bilhão em 2010.

 

Além de estimular o empreendedorismo e formar profissionais, o Porto é um elo entre universidade, escolas e empresas.

 

O Porto Digital está localizado no bairro de Santo Amaro e no sítio histórico do Bairro do Recife.

 

Criado em 2000, o Porto colaborou com a revitalização do seu entorno.

 

Nathália Bernardo _
Compartilhar
espaço do leitor
Francisco Cavalcante 12/05/2012 09:58
Olha ai: "Pernambuco pode se tornar a Cingapura do hemisfério sul". O Ceara tem ótima localização, gente criativa e tudo para alcançar grandes frutos. Cearenses pensem GRANDE !
Este comentário é inapropriado?Denuncie
1
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

Mais comentadas

anterior

próxima