Mobile RSS

rss
Assine Já
Em criança 16/01/2014

Caso suspeito de sarampo em criança é descartado

notícia 0 comentários
Compartilhar


Uma criança de 11 meses foi internada na última terça-feira, 14, no Hospital São José, em Fortaleza, com sintomas de sarampo. As suspeitas aumentaram porque um familiar da criança havia tido contato com uma pessoa que chegara recentemente de Pernambuco, estado onde houve aumento nos últimos dias de casos da doença. Após exames, no entanto, foi descartada a possibilidade da criança estar com sarampo.


Um caso da doença em um médico de 27 anos já havia sido confirmado pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) também na última terça-feira, 14. O caso do médico foi confirmado após 15 anos sem notificação da doença no Ceará. Ele não teve a identidade divulgada e está em tratamento. Familiares e colegas de trabalho já receberam bloqueio com vacina.


A doença, que é transmitida por vírus, acomete crianças e adultos com a mesma gravidade, de acordo com o infectologista pediátrico Robério Leite. Segundo ele, a vacina contra o sarampo é a única forma de prevenção da doença. Ela é eficaz em cerca de 97% dos casos.


O infectologista pediátrico enumera os principais sintoma: manchas avermelhadas na pele, que começam no rosto e se espalham pelo corpo rapidamente; febre; tosse; conjuntivite; coriza. Otite, pneumonia e encefalite são consideradas complicações do sarampo.


O tratamento visa ao alívio dos sintomas. O paciente deve repousar, ingerir bastante líquido, comer alimentos leves, limpar os olhos com água morna e tomar antitérmicos para baixar a febre.


A vacina é aplicada em duas doses a partir do nono mês de vida da criança. Exceção feita às grávidas e pessoas imunodeprimidas, adultos que não foram vacinados e não tiveram a doença na infância também devem tomar a vacina.

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

Mais comentadas

anterior

próxima