Mobile RSS

rss
Assine Já
TRE 09/10/2012

Situação ainda indefinida

Em 15 municípios do Interior do Estado, resultado eleitoral para prefeito está nas mãos da Justiça Eleitoral
Compartilhar

Enquanto na maioria dos municípios do Estado foi possível conhecer ainda na noite de anteontem o novo prefeito da cidade que assumirá o cargo em janeiro de 2013, em outros, a situação permanece incerta. E não em razão de segundo turno.

 

O motivo: em algumas localidades do Ceará, os votos de postulantes não foram computados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em razão do não julgamento de recursos ao indeferimento da candidatura de pretensos prefeitos pela Justiça Eleitoral.


Em 15 municípios cearenses, alguns candidatos que não tiveram seus votos computados podem ainda vencer as eleições caso seus recursos sejam aceitos pela Justiça Eleitoral e os votos que receberam dos eleitores no último domingo sejam considerados votos válidos.


Segundo informações do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nessas 15 localidades cearenses os candidatos que não tiveram seus votos computados tiveram votação superior aos candidatos que, computados os votos, tiveram maior preferência dos eleitores na apuração de ontem, que não computou o voto dos candidatos indeferidos com recurso na Justiça Eleitoral.


É o caso de Alexandre Silveira (PMDB) em Acaraú; de Fernando Assef (PSD) em Boa Viagem; de Ritoleta Moreira (PSDB) em Deputado Iran Pinheiro, de Nezinho (PSDB) em Horizonte, e de Aderilo Antunes (PRB), em Iguatu.


Estão na mesma situação João Coutinho (PT) na Meruoca; de Wilebaldo Aguiar (PSDB) em Mucambo; de Ronaldo Sampaio (PSD) em Nova Olinda; Simão Pedro (PSB) em Orós; de Edson Leite (PSB) em Pacoti; de Cirilo Pimenta (PSD) em Quixeramobim; de Manuel Bandeira (PDT) em Redenção; de Dr. Galeno (PSB) em Reriutaba e Nonato Marim (PSDB), em Tururu.


Ao todo, 48 municípios cearenses tiveram algum candidato a prefeito que não teve seus votos computados em razão de ter alguma pendência com a Justiça Eleitoral.

 

Outras situações

Em outros municípios alguns candidatos não tiveram seus votos computados, o que não irá, segundo o TRE, influenciar no resultado final da eleição.

 

É o caso da Capital, onde o candidato professor Valdeci Cunha (PRTB) não teve seus votos computados na apuração da noite do último domingo. No entanto, segundo informações do TRE, o postulante obteve 2.112 votos, resultado que não o levaria ao segundo turno da disputa pela prefeitura de Fortaleza.

 

O quê


ENTENDA A NOTÍCIA


O indeferimento de candidatura não impede que o candidato realize atos de campanha até o julgamento do recurso. No entanto, os votos deste candidato não são considerados votos válidos na apuração.

 

Números

 

48 municípios tiveram algum tipo de problema


15 candidatos indeferidos podem ser eleitos

 

1/1/13 É a data da posse dos novos chefes de Executivo

 

Serviço

 

Confira a situação eleitoral de todos os municípios brasileiros após as eleições no site do Tribunal Superior Eleitoral:

www.divulga.tse.jus.br

 

Marina Solon politica@opovo.com.br
Compartilhar
espaço do leitor
kelly 09/10/2012 23:02
Gostaria de entender oporque do prefeito eleito de Russas, Raimundo Weber de Araújo não consta na lista de pendências, se existe processo e recurso no TSE. Processo nº 62-22.2012.6.06.0009
Este comentário é inapropriado?Denuncie
1
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor: