Mobile RSS

rss
Assine Já
Ideb 2011 16/08/2012

Ceará tem seis escolas entre as melhores do Brasil

Os municípios de Pedra Branca, Itarema e Sobral têm quatro escolas no ranking até a 4ª série do Ensino Fundamental. Fortaleza e Mucambo conseguiram posicionar outras duas escolas na lista de 5ª à 9ª série
Compartilhar

Seis escolas cearenses estão entre as melhores do País, de acordo com a nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgada pelo Ministério da Educação (MEC). Cinco delas ficam no Interior do estado. Os municípios de Mucambo, Itarema e Sobral participam, cada um, com uma escola. A cidade de Pedra Branca entra na lista com duas instituições de ensino. Conforme O POVO publicou na edição de ontem, o Ceará obteve um dos maiores avanços educacionais do País, além de ter recebido a melhor avaliação do Nordeste nos quesitos avaliados pelo MEC.

 

De 1ª à 4ª série do Ensino Fundamental, as escolas Cícero Barbosa Maciel e Sebastião Francisco Duarte, em Pedra Branca, atingiram nota 8,1, numa escala que vai de zero a dez. No ranking nacional, estão, respectivamente, na 12ª e 13ª posições. Já as escolas Professora Altair Giffone Tavares, em Itarema, e Raimundo Pimentel Gomes Caic, em Sobral, ficam apenas 0,1 ponto atrás e caem para 16ª e 17ª colocações na disputa nacional.


De 5ª à 9ª série, o Colégio Militar de Fortaleza, de competência federal, empata com a escola municipal Francisco Ricardo da Silva, de Mucambo, com nota 6,8, e garantem 13ª e 14ª posições entre todas as escolas brasileiras.


Segundo a doutora em Educação e professora da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Eloísa Vidal, o resultado se explica por políticas equacionadas entre governos municipal, estadual e federal. Ela destaca o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), do Governo Federal, que, nos últimos anos, tem aumentado o investimento por aluno.


O professor do departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Ceará (UFC), André Haguette, destaca o Programa de Alfabetização na Idade Certa (PAIC) que apoia, com recursos estaduais, projetos de educação nos municípios do interior. “Vários municípios estão tentando uma revolução na educação”, afirma.


No cômputo geral das cidades cearenses, Mucambo teve um dos maiores crescimentos no Ideb quando comparada a avaliação de 2009. Saiu da nota 4,9 para 7,5 em dois anos. O secretário de Educação, Francisco Carlos Brito de Azevedo, pontua a formação continuada dos professores como um dos motivos que alavancaram o ensino para os quase 4 mil alunos na rede de 18 escolas.

 

Capital

Nenhuma escola de responsabilidade municipal ou estadual em Fortaleza conseguiu destaque no Ideb deste ano. “É o efeito metrópole. Não é um privilégio de Fortaleza”, justifica Vidal. O tamanho da rede educacional, a desigualdade intensa de renda nas grandes cidades e uma infraestrutura local deficiente são variáveis que têm impacto direto nos resultados educacionais, segundo ela.

 

“Fortaleza deveria liderar (a mudança educacional), mas não é isso o que acontece”, afirma Haguette. Ainda assim, a Capital ultrapassou sua meta prevista para o Ideb, que era de 4, e atingiu nota 4,2.


Por quê


ENTENDA A NOTÍCIA


Segundo especialistas, uma política de investimentos conjugada entre governos - municipal, estadual e federal - ajudou os municípios do Interior a melhorar a nota do Ideb neste ano. Todo o Estado conseguiu resultados positivos.

 

Saiba mais

 

Ranking


De 1ª à 4ª série

Ceará: 4 escolas

Minas Gerais: 2 escolas

Paraná: 4 escolas

Rio de Janeiro: 2 escolas

São Paulo: 3 escolas

Tocantins: 2 escolas

Rio Grande do Sul: 1 escola

 

De 5ª à 9ª série

Ceará: 2 escolas

Pernambuco: 2 escolas

Rio de Janeiro: 5 escolas

Bahia: 1 escola

Minas Gerais: 3 escolas

Paraná: 2 escolas

Sergipe: 1 escola

Mato Grosso do Sul: 1 escola

Rio Grande do Sul: 2 escolas

Goiás : 1 escola

Compartilhar
espaço do leitor
Socorro Lopes 16/08/2012 21:51
Esses dados poderiam ser bem melhores se o governo do Estado investisse no professor com salários dignos e com formação continuada. Precisamos de mais cursos de Mestrado para podermos ter mais conhecimento no exercício da profissão.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
voca 16/08/2012 19:44
Parabéns educadores mucambenses, mais uma vez mucambo mostra sua força na Educação.somos fortes e não precisamos oprimir ninguém e nem dizer que o mérito é apenas de uma pessoa. Somos uma grande equipe e não medimos esforços para valorizar nossos profissonais.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
anonimo 16/08/2012 17:14
Parabéns mucambo.Tenho orgulho de mora nessa cidade e Parabéns a todos os professores.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
ROB 16/08/2012 15:35
Isto não significa que temos bons índices escolares. O que interessa mesmo é o conjunto e não elementos isolados deste conjunto. o fator aleatório está presente em elementos isolados. Quero dizer que se não acontesse aqui eles elementos isolados, aconteceriam em outro lugar. O resultado não convence
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Paulo Lira 16/08/2012 15:01
Contra fatos não há argumentos. Pedra Branca tem os melhores resultados de ensino/aprendizagem do Ceará, aos demais 183 municípios nossos votos que acompanhem o belo exemplo.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Ver mais comentários
23
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor: