Mobile RSS

rss
Assine Já
Baturité 24/04/2012

Região pode abrigar maior sítio arqueológico indígena do Ceará

Iphan já considera o cemitério arqueológico indígena da região como o mais representativo do Estado
notícia 0 comentários
Enviar por e-mail Imprimir Aumentar texto Diminuir texto Corrigir
Compartilhar
DIVULGAÇÃO
Cacique Kanindé de Aratuba, Sutero, visita o cemitério indígena e contempla uma das muitas urnas mortuárias ali sepultadas

O esqueleto de um índio em bom estado de conservação foi encontrado semana passada no sítio arqueológico da Serra do Evaristo, em Baturité. Pelo menos 11 urnas funerárias já foram identificadas na região, o que ajuda os arqueólogos responsáveis pelas escavações na região a confirmarem suspeitas de que a Serra do Evaristo pode abrigar o maior cemitério arqueológico indígena do Estado. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) já classifica o sítio funerário da Serra do Evaristo como o mais representativo já encontrado no Ceará.

 

Junto com a ossada do índio os arqueólogos encontraram ainda panelinhas de barro contendo ossos de pequenos animais de caça. Segundo o professor Sérgio Francisco, doutor em arqueologia pela Universidade Federal de Pernambuco (Ufpe), as urnas com ossos de animais indicam que o índio deveria ser uma autoridade na tribo que povoava a Serra do Evaristo.


Testes de carbono 14 e termoluminescência ainda serão realizados pelos arqueólogos para detectar a idade aproximada do índio.


O Iphan tem pleiteado junto à prefeitura de Baturité a construção de um museu para abrigar as descobertas arqueológicas dos indígenas e favorecer o turismo histórico do município. Até então as ossadas humanas e de animais e as urnas de cerâmica estão sendo conservadas em um laboratório montado pelos arqueólogos responsáveis pelas escavações.


As pesquisas estão sendo feitas pela Arqueosocio, empresa contratada pelo Iphan por meio de edital. Segundo o Iphan estão sendo investidos R$ 260 mil em recursos do Governo Federal para os trabalhos de identificação do sítio e resgate dos objetos de valor arqueológico.


Dimensão


Conforme noticiou o O POVO em janeiro deste ano, urnas de cerâmica contendo ossos de animais foram encontradas por moradores que escavavam o terreno da comunidade de Evaristo. As descobertas chamaram atenção da população, que contactou o Iphan a fim de dimensionar o tamanho e a relevância do sítio arqueológico encontrado na região.

 

O quê

ENTENDA A NOTÍCIA


Ossadas encontradas por meio de escavações no sítio arqueológico da Serra do Evaristo, em Baturité, indicam que a região pode abrigar o maior cemitério arqueológico indígena do Ceará. 

Marina Solon politica@opovo.com.br
Enviar por e-mail Imprimir Corrigir
Compartilhar
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor no:
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.

Mais comentadas

anterior

próxima