Mobile RSS

rss
Assine Já
ESTUDO 19/07/2012 - 16h33

Professor diz que pornografia online e videogame pode estar levando o homem à extinção

Philip Zimbardo vê essas "distrações" cada vez mais frequentes como "vícios de excitação", o que pode acarretar na dificuldade do convívio social
Compartilhar

Segundo um psicólogo e professor da Universidade de Standfor, Estados Unidos, os homens podem estar se extinguindo graças a prazeres instantâneos como pornografia online e jogos de videogame.

Philip Zimbardo vê essas "distrações" cada vez mais frequentes como "vícios de excitação", o que pode acarretar na dificuldade do convívio social e em relacionamentos reais.

Outras constatações de Zimbardo apontam que os homens estão ficando muito tempo isolados no mundo virtual. Segundo o professor, pessoas solitárias têm tendência a morrerem mais cedo.

Autor do livro The Demise of Guys: Why Boys are Struggling and What We Can Do About It (A Morte dos Caras: porque os garotos estão lutando e o que podemos fazer), Zimbardo acredita que os homens atuais estão regredindo por não conseguirem mais ser, muitas vezes, "animais sociais".

Ele afirma que estas distrações, que costumam deixar as pessoas cada vez mais distantes do convívio social, acabam substituindo interações saudáveis, principalmente no caso da pornografia. As informações são do site Daily Mail.

Redação O POVO Online

Compartilhar
espaço do leitor
Roberto Kedoshim 19/07/2012 23:37
Ledo engano. Poderá diminuir o número de pessoas no Ocidente. mas não evitará a proliferação dos muçulmanos, menos dados às duas práticas, mas prolíferos fazedores de filhos,
Este comentário é inapropriado?Denuncie
1
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Mais Notícias

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias de Tecnologia

Powered by Feedburner/Google

Facebook

Mobile RSS

rss
Assine Já