Veículos 18/08/2016 - 10h51

Substituir financiamento por aplicação pode gerar economia de até dois veículos

Simulação feita pela FecomercioSP mostra que fazer planejamento é fundamental
Compartilhar

Fazer um planejamento de cinco anos para a aquisição do primeiro carro pode fazer toda a diferença, especialmente se o consumidor pretende elevar o padrão do automóvel em compras futuras, de acordo com a simulação feita pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Segundo a Federação, se uma pessoa que pretende comprar um veículo de R$ 60 mil optar por um financiamento de R$ 48 mil em 60 meses (cinco anos), com entrada de R$ 12 mil e parcelas iguais de R$ 1.219, com taxa de juro real de 1,5% (supondo que a inflação seja zero para que tudo seja comparável ao longo dos anos), no final teria gasto R$ 85.133. Além do valor necessário para adquirir o carro desejado, o consumidor perderia uma quantia de R$ 37.133, que daria para adquirir mais um carro usado, que custa em média 30% a menos que um novo depois de cinco anos.
 
A simulação aponta que se o consumidor se planejar por  60 meses para comprar o primeiro automóvel, ele pode aplicar o seu dinheiro com uma remuneração de 0,5% real (ou acima da inflação e, portanto, acima da correção média do preço dos automóveis).  O resultado da aplicação dos R$ 12 mil de entrada durante cinco anos e das sucessivas parcelas de R$ 1.219 será de R$ 101.653, ou seja, R$ 41.653 além do dinheiro necessário para adquirir o automóvel. Repetindo a operação ao longo dos próximos anos o mesmo consumidor poderá contar com um valor residual cada vez maior, que permitirá reaplicá-lo, escolher um automóvel superior na próxima aquisição ou aumentar sua poupança.
 
Na hipótese de manter o padrão de automóvel adquirido e repetir a aplicação do valor excedente, e das eventuais parcelas que ele iria pagar na compra do carro financiado, nas condições atuais de mercado, esse consumidor teria, após adquirir seu 11º automóvel, ao redor dos 70 anos, além do veículo, o equivalente a mais de R$ 500 mil, ou quase nove vezes o valor do automóvel. Segundo a entidade, esse esforço em aplicar o dinheiro e fazê-lo trabalhar para você em vez de se apressar e pagar juros a terceiros, traz evidentes benefícios.

 

Redação O POVO Online

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google