acidente 20/08/2015 - 13h35

Homem destrói Ferrari alugada por quase R$ 34 mil

O motorista teria alugado o superesportivo para usá-lo durante cinco dias, mas acabou se envolvendo em um acidente com outros dois veículos
fotos: reprodução
O condutor teria alugado o superesportivo para usá-lo durante cinco dias
Compartilhar

Alugar um veículo exige sempre muito cuidado, ainda mais quando se trata de um supercarro.

Um motorista de 29 anos resolveu desfilar pelas ruas da cidade de Luton, no Reino Unido, com uma Ferrari 458 Italia, mas a experiência, ao contrário do que podia imaginar, não foi nada boa, ou melhor, foi destrutiva.

Segundo a ITV News, o condutor imprudente teria alugado o superesportivo da fábrica de Maranello, por cerca de R$ 34 mil, para usá-lo durante cinco dias, mas acabou se envolvendo em um acidente com um Passat e um Astra.

Um sócio da empresa que alugou a Ferrari ao homem criticou a falta de prudência dos locatários, em entrevista a um canal de TV local. "As pessoas deveriam ter mais respeito por supercarros. E deveriam saber também que não são invencíveis", esbravejou.

O condutor teria alugado o superesportivo para usá-lo durante cinco dias

 

 

 

 

 

 

 

Nos EUA

Em abril deste ano, um condutor alugou um Kia Soul infestado de percevejos e, na tentativa de se livrar do insetos, encharcou com álcool as partes mais afetadas no interior do veículo.

Após acender um cigarro para relaxar, ele acabou ateando fogo no carro e, inclusive, nele mesmo.

>> Leia mais sobre carros e motos.

Redação O POVO Online

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google