ato 28/05/2015 - 13h48

Motoristas fazem manifestação contra padronização do transporte escolar

Diretor da Cooperativa de Transporte Escolar disse que a manifestação é de âmbito nacional e contou, em Brasília, com representantes de Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do Sul e do Ceará
divulgação
Atualmente, profissionais do ramo têm liberdade para escolher o tipo de veículo a ser usado para transporte escolar. Em geral vans ou ônibus de menor porte
Compartilhar

Centenas de motoristas de transporte escolar fizeram uma manifestação nesta quinta-feira, 28, de manhã nas proximidades do Congresso Nacional. Organizado pela Cooperativa de Transporte Escolar e por representantes do Sindicato de Transporte Escolar de alguns estados, o ato teve o objetivo de chamar atenção sobre os problemas que a padronização pretendida pela Câmara dos Deputados para esse tipo de transporte pode trazer para os profissionais do ramo.

Atualmente, esses profissionais têm liberdade para escolher o tipo de veículo a ser usado para transporte escolar. Em geral vans ou ônibus de menor porte. “Na forma como a questão vem sendo discutida [na Comissão de Viação e Transportes da Câmara], a tendência é que só poderão ser usados ônibus de 45 lugares. Agora me diga: como será possível se locomover por vias estreitas dirigindo esse tipo de veículo?”, questionou o diretor da Cooperativa de Transporte Escolar, Baltazar de Paulo.


Segundo ele, a padronização será feita a partir de uma resolução que está sendo elaborada na Câmara. “O Contran [Conselho Nacional de Trânsito] está aguardando essa resolução para bater o martelo e decidir sobre as novas regras. Mas já estamos nos mobilizando porque a preocupação é grande. Nós sabemos da dificuldade que essa padronização poderá trazer para os motoristas de transporte escolar.”

De acordo com o diretor da cooperativa, os manifestantes estão divididos entre ser total ou parcialmente contrários à padronização. “Se for para padronizar, é necessário definir algumas exceções, para que nossos veículos consigam trafegar, por exemplo, nas quadras de Brasília, que têm muitos carros estacionados e pouco espaço para a manobra de veículos de maior porte.”

Baltazar disse que a manifestação é de âmbito nacional e contou, em Brasília, com representantes de Minas Gerais, Goiás, do Ceará e Rio Grande do Sul. Outros estados outorgaram a Minas Gerais sua representatividade, informou o diretor da cooperativa. “Estamos bastante satisfeitos com a mobilização, que abrangeu, segundo a Polícia Militar, 1,2 mil veículos.  A mobilização começou a se desfazer por volta das 11 horas. Muitos tiveram que sair para buscar as crianças nas escolas.”


>> Leia mais sobre carros e motos.

Agência Brasil

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google