em assembleia 26/02/2015 - 13h50

Trabalhadores da GM decidem encerrar greve em SP

A paralisação foi deflagrada após a empresa anunciar a demissão de 800 funcionários
divulgação
Greve foi deflagrada após a empresa anunciar a demissão de 800 funcionários
Compartilhar

Os metalúrgicos da General Motors (GM), em São José dos Campos, interior paulista, decidiram em assembleia encerrar nesta quinta-feira, 26, a greve inciada na sexta-feira, 20. A paralisação foi deflagrada após a empresa anunciar a demissão de 800 funcionários. A montadora apresentou, no entanto, uma nova proposta em que reduziu o número de funcionários afetados e concedeu melhores condições de trabalho.

Agora, 650 trabalhadores terão o contrato de trabalho suspenso por cinco meses, com recebimento de salário integral e participação nos lucros e resultados. Após o fim do período, eles retornarão às funções com garantia de estabilidade por três meses. Foi acordado que os dias parados não serão descontados, mas compensados ao longo do ano.


No complexo industrial de São José dos Campos, a GM mantém duas fábricas de motores, além da produção de componentes como peças de transmissão. Também são produzidos automóveis modelos S-10 e TrailBlazer e kits para exportação – os CKD (Completely Knocked-Down) relativos às peças de montagem. Ao todo, 5,2 mil pessoas trabalham nas unidades.

Agência Brasil

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google