Rio2016 10/08/2016 - 12h47

Durante Olimpíada, nove aeroportos já receberam três milhões de passageiros

Os dados foram divulgados em entrevista coletiva, no Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea, no Rio de Janeiro
Compartilhar

A Secretaria de Aviação Civil divulgou o balanço do fluxo de passageiros que desembarcaram para os Jogos Olimpicos Rio 2016. Entre os nove aeroportos que concentraram as chegadas ao País, passaram quase três milhões de passageiros. Apesar do grande fluxo, o percentual de atrasos não passou de 4,4% do total.

De acordo com levantamento, somente em São Paulo, o aeroporto de Guarulhos recebeu 715 mil pessoas e, no Rio, nos dois terminais aeroportuários – Galeão/Tom Jobim e Santos Dumont – foram transportados 595 mil passageiros na primeira semana da Olimpíada.

Os dados foram divulgados em entrevista coletiva, no Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea, no Rio de Janeiro.

A previsão é que os novos picos sejam registrados no próximo dia 12, na chegada de passageiros para assistir as provas de atletismo e ginástica artística; e entre os dias 20 e 22 no fim das competições, quando atletas voltam para seus países. São esperados embarques de 95 mil pessoas na saída, segundo o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Maurício Quintella.

Para facilitar o embarque das delegações, no fim das competições, as autoridades aeroportuárias organizaram um esquema especial. As delegações, por exemplo, vão fazer o despacho de bagagem e o check-in na própria Vila dos Atletas, onde estão hospedadas. “Na chegada, as delegações e os turistas chegam de forma diluída e espaçada, mas no encerramento, passageiros e bagagem saem de forma concentrada”, explicou o ministro.

Segurança
O ministro da Aviação disse que medidas de seguranca serão mantidas e lembrou que as pessoas devem antecipar o check-in e chegar com duas horas de antecedência nos terminais. Ao adotar padrões internacionais de segurança, os aeroportos exigem maior rigor no raio X de bagagens de mão e na revista pessoal aleatória de passageiros.

O ministro também comentou sobre o interesse de empresas no leilão que vai conceder a administração de quatro aeroportos públicos à iniciativa privada e disse que o leilão será disputado.

“Quantos grupos [serão] exatamente não posso vão aferir porque estamos ainda no prazo [de finalizar] o edital”, ponderou. “Mas, com certeza, mesmo com o momento econômico que estamos vivendo, a disputa será grande pelos aeroportos”, antecipou Quintella.

A expectativa é que – ainda em 2016 – sejam leiloados os aeroportos de Fortaleza, Salvador, Porto Alegre e Florianópolis. O edital ainda não foi publicado.

Agência Brasil

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Facebook

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google