Reviravolta 22/06/2015 - 16h07

Após recusa, GM e Fiat podem se unir

A proposta da FCA teria sido recusada pelo conselho da GM no início deste ano. CEO da FCA vem realizando uma campanha para persuadir rivais e investidores da indústria automotiva, objetivando consolidá-la
divulgação
Segundo CEO da FCA, caso a super fusão não ocorra, ele vai sair em busca de outras grandes empresas, como Google e Apple
Compartilhar

Após recusar uma proposta de fusão, a General Motors poderá se unir em breve à Fiat Chrysler Automobiles (FCA).

De acordo com a presidente-executiva da General Motors, Mary Barra, o CEO da FCA, Sergio Marchionne, teria lhe enviado um e-mail propondo a fusão.

A proposta da FCA teria sido recusada pelo conselho da GM no início deste ano. Em nota, a fabricante americana registrou sua total falta de interesse na união.

Até maio passado, Mary Barra descartava a ideia e afirmava não ter interesse em combinar forças com a FCA.

Marchionne não levou em conta a rejeição e enviou um plano de fusão já pronto para a GM, seduzindo conselheiros.

O CEO da FCA vem realizando uma campanha para persuadir rivais e investidores da indústria automotiva, objetivando consolidá-la.

Segundo Marchionne, caso a super fusão não ocorra, ele vai sair em busca de outras grandes empresas, como Google e Apple, para colocar em prática o seu plano, ainda que seja para promover o carro autônomo.

>> Leia mais sobre carros e motos.

Redação O POVO Online

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Facebook

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google