DICA 13/11/2014 - 16h10

Comum, aditivado ou premium? Conheça as diferenças entre os combustíveis

A diferença entre os tipos de combustíveis comercializados no Brasil não ficam restritas ao valor por litro
divulgação
Cada tipo de combustível pode influenciar no rendimento do motor e ajudar na manutenção do veículo
Compartilhar

Além da diferença no preço, a escolha do tipo de combustível pode interferir no desempenho do veículo. Portanto, seja comum, aditivado ou premium, é importante notar as diferenças existentes entre os combustíveis disponíveis no mercado brasileiro.

Confira uma lista em que constam as características dos combustíveis, baseada em dicas do CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária):

Gasolina

Comum: A gasolina comum é o combustível que sai da refinaria acrescido de 25% de etanol anidro. Por não ter aditivos, ele é o menos recomendado, considerando que não existem substâncias que protegem o motor em sua fórmula. A longo prazo, alguns resíduos de combustão podem ficar depositados sobre as válvulas de admissão do motor, comprometendo a mistura de ar e combustível. Em médio prazo, a sujeira pode comprometer o funcionamento do veículo, ocasionando um aumento de consumo de combustível. Em médio prazo, a sujeira pode comprometer o funcionamento do veículo, ocasionando um aumento de consumo de combustível. Basicamente, a gasolina comum é igual em todas as marcas.

Aditivada: Também tem 25% de etanol anidro, mas esta já conta com aditivos químicos que ajudam na limpeza do motor. Em geral, cada marca tem sua própria fórmula de aditivada e normalmente contam com detergentes e dispersantes que desprendem a sujeira que é, em seguida, eliminada pelo sistema de combustão.

Premium: Assim como os combustíveis anteriores, a Premium conta com os mesmos 25% de etanol anidro, mas vem com aditivos que ajudam na conservação e limpeza do motor,  assim como a gasolina aditivada. A principal diferença da Premium está relacionada à octanagem. Enquanto ela tem 91 octanas (ou IAD – índice antidetonante), a comum e a aditivada têm 87 octanas. Com mais octanagem, os motores mais potentes, principalmente, apresentam uma eficiência significativa, pois podem operar com maiores taxas de compressão.

Etanol

Comum: Deve cumprir os requisitos da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), que exige algumas especificações, como ter que ser límpido, transparente, isento de impureza, com graduações alcoólica entre 95,1% e 96%, ter PH neutro e uma tolerância muito pequena a minerais e metais, como ferro, sódio e cobre.

Aditivado: Assim como a gasolina aditivada, este é um combustível comum com adições de substâncias que ajudam na limpeza do motor. A diferença do álcool aditivado comercializado no Brasil é a tecnologia FMT (Friction Modification Technology), que otimiza a lubricidade do combustível, protegendo e reduzindo a fricção entre as partes móveis do motor.

Redação O POVO Online

Compartilhar
espaço do leitor
Edigleide Duarte 17/11/2014 13:36
A matéria poderia ter lembrado que o combustível subirá de novo em 2015,lembrando que somos como diz o governo"auto suficiente em petróleo" somos auto suficiente em corrupção isso sim.
Zé Bob 15/11/2014 13:29
A matéria poderia ter lembrado que, a partir de 1º de julho de 2015,a gasolina comum deverá ficar mais aditivada, com a adição de detergentes dispersantes.
polhenfor 14/11/2014 14:09
Falta a quantidade de água tem menos nestes combustíveis !
Pedro 14/11/2014 09:07
Pelo que entendi a gasolina comum não presta.Então pq ela é comercializada? Tira a mesma do mercado e coloca a partir da aditiva.
4
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

Facebook

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google