COMEMORAÇÃO 11/09/2014 - 14h05

Passat completa 40 anos de sucesso no Brasil

Modelo é um dos sedãs mais queridos da história da Volkswagen e ainda segue em plena forma
divulgação
Passat foi o primeiro carro da Volkswagen do Brasil equipado com motor refrigerado a água
Compartilhar

Há quatro décadas, o Passat iniciou sua trajetória de vida e vendeu mais de 20 milhões de unidades no mundo.

O carro foi responsável por alterar o conceito tradicional da Volkswagen, antes reconhecida pelos tradicionais motor boxer traseiro refrigerado a ar e suspensão com barras de torção.

Rompendo com as tradições técnicas, a novidade vinha com motor e tração dianteiros, cilindros em linha, arrefecimento a líquido, molas helicoidais e freios com duplo circuito em diagonal.

Disponível inicialmente apenas nas versões L e LS de duas portas, ele desembarcou no Brasil em setembro de 1974, tornando-se o carro nacional mais moderno, equipado com ítens inéditos. Para comemorar todo o sucesso do Passat em 40 anos será realizado o V Encontro Nacional neste fim de semana em Caxambu, Minas Gerais, entre os próximos dias 12 e 14.

Desenhado por Giorgetto Giugiaro, o o Volkswagen Passat surgiu do mesmo projeto do Audi 80 de 1972 e já foi fastback, hatch, perua, sedã e até cupê.

Passat já foi fastback, hatch, perua (Variant), sedã e até cupê

 

 

 

 

 

 

Em dezembro de 1988 o modelo saiu de linha No Brasil. Entretanto, continua a ser vendido, mas é importada da Alemanha, da sétima geração.

>> Leia mais sobre carros e motos.

Redação O POVO Online

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

Facebook

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google