Grupo fechado 15/07/2014 - 09h11

Putin diz que expansão do Brics não está na pauta de discussão

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que é possível estabelecer uma parceria estratégica do grupo com o país
{'grupo': '', 'id_autor': 18935, 'email': 'janainamarques@opovo.com.br', 'nome': 'Jana\xedna Marques'}
Janaína Marques janainamarques@opovo.com.br
Compartilhar


A expansão do bloco formado por Brasil, Índia, Rússia, China e África do Sul (Brics) não deve ser examinada em termos práticos reunião de cúpula, em Fortaleza. A informação é do presidente da Rússia, Vladimir Putin. Questionado se a Argentina poderia se tornar o sexto país do Brics, Putin disse que o assunto não está em pauta, mas é possível estabelecer uma parceria estratégica do grupo com o país, em aspectos políticos, econômicos e financeiros internacionais.


“A Rússia saúda a aspiração das autoridades argentinas a aproximar-se do Brics. No entanto, a questão da expansão do bloco não está sendo examinada em termos práticos. Primeiro é preciso ajustar os trabalhos de vários formatos de cooperação já existentes no âmbito da união”, disse ele. Para Putin, no futuro provavelmente surgirá a questão da ampliação gradual.


A possível entrada da Argentina no Brics foi comentada ontem pelo presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, durante reunião de empresários que antecede o encontro de cúpula do Brics.


Para ele, a Argentina não se encaixa no conceito da formação do bloco. “Além de crescimento e desenvolvimento, o conceito envolve também segurança jurídica, o caminho para uma democracia plena, coisas que ao meu ver estão fora da entrada da Argentina neste momento”, disse.


“Não existe nada claro de que Argentina entrará nos Brics. Brasil é uma potência, é um País que acompanhamos. Mas é preciso que Brasil tenha consciência de que é o líder, porque a sensação é de que o País não tem isso claro”, afirmou ao O POVO, o jornalista argentino Edgardo Estéban, do canal de TV Telesur momentos depois da coletiva de imprensa que reuniu ontem líderes da indústria, durante o Encontro Empresarial dos Brics, no Centro de Eventos em Fortaleza.


Encontro empresarial

O CEO da Marcopolo e presidente do conselho empresarial do Brics para o Brasil, Rubens De La Rosa, ressaltou que o Conselho dos Brics foi criado no ano passado em Durban e que hoje representa um grupo de 25 empresários, formado por 5 empresas de cada país.

 

Conforme Rubens, o Encontro Empresarial dos Brics vem demonstrando o potencial de negócios que podem vir a ocorrer no futuro, já que os chineses mostram interesse de ofertar a tecnologia de trens de alta velocidade, o Brasil, suas tecnologias de manufaturas e a enorme viabilidade de energias.


A Índia tem interesse em ofertar seus medicamentos genéricos, os russos ofertam tecnologia nuclear e de máquinas pesadas e a África do Sul quer ser ponto de entrada e facilitação para os negócios na África. (com agências)

 

NÚMEROS

Países

integram os Brics: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul

5


Número de empresários que integram o Conselho dos Brics

25

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Economia

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google