Chefes de Estado 15/07/2014 - 09h07

Segurança na chegada

Líderes de Governo, da África do Sul, China, Índia e Rússia desembarcaram na capital cearense na tarde de ontem. Cinegrafista chinês recebe aviso de deportação
{'grupo': 'ESPECIAL PARA O POVO', 'id_autor': 18888, 'email': 'atilasantos@opovo.com.br', 'nome': '\xc1tila Varela'}
Átila Varela atilasantos@opovo.com.br
Compartilhar


Chefes de Estado de África do Sul, China, Índia e Rússia desembarcaram na tarde de ontem no aeroporto Pinto Martins para a IV Cúpula do Brics. A primeira aeronave a chegar na pista de pouso foi a do primeiro-ministro indiano Narendra Mondi, às 13h30 min. Contudo, a autorização de desembarque se deu somente após a chegada do voo do presidente sul-africano Jacob Zuma, que aconteceu às 13h45min, por questões protocolares.


Às 14h foi a vez de o presidente chinês Xi Jinping pisar em solo cearense. Eles foram recepcionados por representantes do Itamaraty. Já a delegação de ministros e empresários da Rússia chegou às 16h em Fortaleza.


O presidente Vladimir Putin desembarcou às 17h30min, no pátio de cargas do aeroporto Pinto Martins. As delegações de África do Sul e Rússia não autorizaram imagens.


O POVO acompanhou a recepção do primeiro-ministro indiano até o hotel Seara Praia, localizado na avenida Beira Mar. Cerca de 25 homens do Exército e 15 policiais militares fizeram a segurança durante a chegada de Narendra Modi.


Segurança

No total, O POVO avistou seis seguranças do Itamaraty na parte interna do aeroporto. Era possível observar o trânsito de alguns representantes chineses, russos e sul-africanos no saguão do equipamento. Mas os chefes de Estado desembarcaram rumo aos automóveis postados ao lado das aeronaves.

 

Os comboios das delegações saíram pela Base Aérea de Fortaleza. Na área reservada à imprensa (somente imagens foram autorizadas na pista de pouso), seguranças indianos inspecionavam as câmeras dos fotógrafos.


Um cinegrafista chinês atravessou à área de segurança determinada pelo Itamaraty, correndo em direção aos veículos oficiais da delegação chinesa. Ele foi contido por policiais federais. Recebeu uma advertência de descredenciamento e recebeu ameaça de deportação pelo Itamaraty.


O POVO questionou jornalistas chineses sobre a expectativa do evento, mas destacaram que não se sentiam seguros para dialogar. (Colaborou Sara Maia e Andressa Bittencourt, Especial para O POVO)

 

NÚMEROS

 

2,3mil

Total de militares a Marinha, do Exército e da Força Aérea que estão atuando na segurança em Fortaleza

 

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Economia

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google