27/08/2016 - 16h00

Existe amplo espaço para relaxamento adicional, diz Banco do Japão

notícia 0 comentários

O presidente do Banco do Japão (BoJ), Haruhiko Kuroda, disse neste sábado que a instituição financeira não hesitará em tomar medidas de flexibilização monetária para alcançar a meta de inflação, de 2%.

"Existe amplo espaço para flexibilização adicional", afirmou Kuroda, no Jackson Hole, conferência econômica organizada pelo Federal Reserve de Kansas City. Ele disse também que o BoJ vai atuar de forma decisiva. É esperado que o Banco do Japão tome medidas na próxima reunião de política do banco central, em setembro.

Kuroda também abordou metas de inflação, um tópico em discussão entre os banqueiros centrais mundiais no encontro de Jackson Hole, após o presidente do Fed de San Francisco Fed, John Williams, ter considerado uma meta de inflação mais elevada como uma forma de se adaptar ao novo mundo de menores taxas de juros.

Kuroda disse que o Banco do Japão não pretende mudar sua meta de inflação de 2%, para mais ou para menos. Suas palavras estão em linha com o que disse a presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, que também disse no Jackson Hole que o Fed não está pensando em mudar a meta de inflação. Fonte: Dow Jones Newswires.

ESTADÃO conteúdo

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google