23/08/2016 - 11h00

Preço atual do petróleo não motiva países de fora da Opep a congelar produção

notícia 0 comentários

O atual nível do petróleo, que nesta manhã opera acima de US$ 48,50 por barril em Nova York, não dá a produtores de fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) qualquer motivação para sustentar os preços da commodity, seja reduzindo ou congelando os atuais níveis de produção, segundo a corretora PVM.

Com exceção do Brasil e do Reino Unido, todos os demais produtores que não integram o cartel têm custos de produção inferiores a US$ 30 por barril.

Na Rússia, por exemplo, o custo foi de US$ 19 por barril em abril e, mesmo que Moscou aceite limitar a produção, não será por querer cooperar com a Opep, mas porque os produtores locais não têm condições de elevar a produção.

Em resumo, os custos de produção são tão baixos que é improvável que haja algum tipo de acordo para congelar a produção, a menos que os preços do petróleo caiam abaixo de US$ 30 por barril de forma sustentável, argumentou a PVM. No começo do mês, a Opep anunciou que vai discutir o assunto informalmente com outros produtores no fim de setembro, às margens de uma conferência sobre energia na Argélia. Com informações da Dow Jones Newswires.

ESTADÃO conteúdo

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google