10/08/2016 - 09h20

Secex abre revisão anticircunvenção contra chapas grossas de aço carbono da China

notícia 0 comentários

A Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Secex/MDIC) iniciou revisão anticircunvenção para averiguar a existência de práticas comerciais que tentam frustrar a eficácia de direito antidumping aplicado em 2013 às importações brasileiras de laminados planos de baixo carbono e baixa liga provenientes de lingotamento convencional ou contínuo (chapas grossas) vindas da China.

De acordo com circular publicada no Diário Oficial a União (DOU), a análise das supostas práticas comerciais desleais considerou o período de abril de 2013 a março de 2016 e abrangeu tanto as importações de chapas grossas quanto de chapas grossas com adição de cromo e de titânio originárias ou procedentes da China.

O direito antidumping contra os produtos da China foi aplicado em outubro de 2013 sob a alíquota de US$ 211,56/t. A revisão anticircunvenção desse caso foi aberta pela Secex com base em petição feita pela Usiminas em maio deste ano. Clique aqui e veja a íntegra da circular.

ESTADÃO conteúdo

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google