Conheças nossos combos e pacotes promocionais!

CLIQUE E CONFIRA
Boletim Focus 05/09/2016 - 08h18

Projeção do PIB piora para 2016 e melhora para 2017

A divulgação desta segunda-feira, 5, indicou que a retração da economia brasileira deverá ser de 3,20% este ano, com aumento esperado de 1,30% para o ano que vem. A inflação para 2016 se mantém em 7,34%.
Compartilhar

A previsão de retração do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil para o fechamento de 2016 cresceu entre as duas últimas divulgações do Relatório Focus, elaborado pelo Banco Central (BC). Semana passada, era previsto que ele fechasse em queda de 3,16%, tendo chegado a 3,20% na divulgação desta semana.

A perspectiva para o crescimento do PIB no ano de 2017, por outro lado, cresceu: com uma estimativa de 1,23% de crescimento esperado semana passada, esse número cresceu para 1,30% na divulgação desta segunda-feira, 5.

Na comparação com o resultado de quatro semanas atrás, os resultados no geral são positivos, com a perspectiva de variação do PIB tendo melhorado 0,03% para 2016 e 0,2% para 2017.

A previsão da inflação para o fechamento deste ano se mantém estável, a 7,34%. Na projeção para 2017, no entanto, houve melhora, de 5,14% para 5,12% na última semana.

Redação O POVO Online

Compartilhar
espaço do leitor
Lunga Jr 06/09/2016 06:15
Como o valor médio do dólar em 2015 foi de $ 3,08 e hoje bate em $ 3,64 projetando algo como $ 3,48 o PIB deverá decrescer também em dólares mesmo com este em queda e estabilização.
1
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

O POVO Online

Participe desta conversa com @opovoonline

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Economia

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Instagram (API-USER)

Erro: 'data'
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google

O POVO Economia